PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Galhardo quebra jejum, e Internacional vence o Bahia para se firmar no G4

Do UOL, em São Paulo

27/12/2020 17h58

Classificação e Jogos

O Internacional encerra o seu 2020 com vitória sobre o Bahia e consolidado no G4 do Brasileirão. O time de Abel Braga, que pode ter feito sua despedida da equipe colorada hoje (27), venceu o Tricolor de Aço por 2 a 1 em partida válida pela 27ª rodada.

Os gols na Arena Fonte Nova foram marcados por Rodrigo Dourado, de cabeça, já nos acréscimos do primeiro tempo, e por Thiago Galhardo, que, de pênalti, pôs fim a um jejum de dez jogos sem marcar. Restabelecido ao time após a acusação de racismo na partida contra o Flamengo, Ramírez diminuiu para o Bahia.

Com este resultado, o Inter sobe para 47 pontos e se firma no quarto lugar, sem chances de ser ultrapassado por Grêmio e Palmeiras. Já o Bahia fecha o ano com uma sequência de seis derrotas na competição e permanece com 28 pontos. O time de Dado Cavalcanti só conseguiu permanecer na 16ª colocação porque o Vasco, que abre a zona de rebaixamento, perdeu por 3 x 0 para o Athletico-PR.

Ambos os times voltaram a jogar somente em 2021. No dia 6 de janeiro, o Bahia viaja a Porto Alegre para enfrentar o Grêmio. No dia seguinte, o Internacional estará em Fortaleza, onde jogará contra o Ceará.

Apesar dos gols, Douglas salvou demais

O Internacional venceu por 2 x 1, mas poderia ter marcado muito mais se não fosse pela atuação do goleiro Douglas, do Bahia. Ele sofreu dois gols, um numa cabeçada após escanteio e outro de pênalti, mas foi decisivo em pelo menos três momentos que ficou frente à frente com o ataque colorado.

Rodinei deixou o Bahia reagir

Num momento em que o Inter tinha o domínio do resultado, o lateral afastou mal a bola, permitindo assim que Ramírez marcasse um golaço que colocou o Bahia de volta no jogo no segundo tempo.

A estreia de Dado Cavalcanti

Da coordenação dos times de base ao comando do time principal, Dado Cavalcanti teve trabalho em seu primeiro jogo pelo Bahia. O treinador quase não promoveu mudanças no time em relação aos escalados na última partida de Mano Menezes. A defesa, por exemplo, permaneceu intacta, porém foi novamente vazada. O Bahia não sabe o que é um jogo sem sofrer gols desde o duelo contra o Botafogo, há quase dois meses.

Dado também bancou a permanência de Índio Ramirez após semana conturbada e com retorno do jogador ao elenco apenas há dois dias da partida, e viu o colombiano diminuir a vantagem.

A despedida de Abel Braga?

Insatisfeito com o acerto da nova diretoria com o espanhol Miguel Ángel Ramírez, que estava no Independiente del Valle, Abel Braga pode ter feito sua última partida à frente do Internacional. Caso isso se confirme, Abel deixa o clube em seu melhor momento, como ficou provado hoje, quando alcançou a sua terceira vitória consecutiva.

Caso este seja mesmo o último jogo de Abel, ele deixa o Colorado com um aproveitamento aproximado de 72%. Foram cinco vitórias e duas derrotas, sem contar o período em que ficou ausente por conta do teste positivo para a Covid-19.

Sai, zica!

Os dois gols do Internacional saíram de jogadores que estavam com saudades de comemorar um gol. Aos 46 do primeiro tempo, Rodrigo Dourado abriu o placar de cabeça. Foi o primeiro gol dele desde setembro de 2018. Thiago Galhardo, que estava sem marcar há dez gols, marcou de pênalti.

Ele continua na artilharia do Brasileirão, agora com 16 gols, mas durante o jejum chegou a perder duas penalidades, contra América-MG, pela Copa do Brasil, e Atlético-GO.

Índio Ramírez em campo

O colombiano Índio Ramírez foi um dos titulares do Bahia na partida de hoje contra o Internacional. Durante a semana, o clube afirmou não ter localizado provas de que o atleta cometeu injúria racial no jogo passado contra o meia Gerson, do Flamengo, e o restabeleceu à equipe.

Em campo, Ramírez deu o passe para a melhor oportunidade do Bahia no primeiro tempo, quando Rossi foi parado por Danilo Fernandes e diminuiu a vantagem colorada com um gol no segundo tempo.

Cronologia do jogo

O primeiro tempo teve chances para ambos os lados, com destaque para a boa atuação dos dois goleiros. Douglas foi exigido com menos de dois minutos de jogo e Rodrigo Fernandes, que não atuava há cinco meses, evitou um gol praticamente feito do Rossi.

O zero só saiu do placar aos 46 minutos, com Rodrigo Dourado marcando de cabeça após o escanteio cobrado por Uendel.

No comecinho da segunda etapa, com menos de dois minutos, Gregore tentou bloquear o cruzamento de Edenílson, mas a bola bateu em seu braço e arbitragem marcou pênalti. Thiago Galhardo foi para a cobrança e marcou o segundo do Inter. A bola ainda explodiu no travessão antes de entrar e por fim no jejum do artilheiro.

Aos 26, o colombiano Ramírez diminuiu para o Bahia. Ele recebeu um rebote e ainda aplicou uma caneta em Dourado antes de chutar na saída de Danilo Fernandes.

Ficha técnica
Bahia 1 x 2 Internacional

Competição: Campeonato Brasileiro (27ª rodada)
Data: 27 de dezembro de 2020, domingo
Hora: 16h, de Brasília
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Auxiliares: Rafael Trombeta e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos do PR)
VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Gols: Rodrigo Dourado (Inter) aos 46' do 1º tempo; Thiago Galhardo (Inter) aos 2' e Índio Ramirez (Bahia) aos 23' do 2º tempo
Cartões amarelos: Juninho e Gregore (Bahia); Thiago Galhardo (Inter)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Ronaldo (Marco Antônio), Rossi (Clayson), Ramírez e Alesson (Gabriel Novaes); Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Internacional: Danilo Fernandes; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Praxedes (Nonato), Edenilson, Patrick e Caio Vidal (Yuri Alberto); Galhardo (Abel Hernandéz). Técnico: Abel Braga.