PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Bastidores do Vasco: Eleição presencial vai a julgamento no Pleno do TJ

Eleição presencial do Vasco, que foi cercada de polêmica, será julgada pelo Pleno do Tribunal de Justiça - Bruno Braz / UOL Esporte
Eleição presencial do Vasco, que foi cercada de polêmica, será julgada pelo Pleno do Tribunal de Justiça Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

01/12/2020 18h45Atualizada em 01/12/2020 19h13

O desembargador Camilo Ribeiro Rulière encaminhou ao Pleno do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) o julgamento da eleição presencial do Vasco que aconteceu no dia 7 de novembro em São Januário.

Ainda não há uma data marcada para que ele aconteça, mas como ocorrerá de maneira virtual, a tendência é a de que uma decisão saia mais rápida e antes do recesso judiciário, que será entre entre os dias 20 de dezembro e 6 de janeiro de 2021.

Também hoje (1), o desembargador despachou um relatório resumindo todos os acontecimentos e as decisões judiciais que aconteceram até aqui envolvendo o processo eleitoral do Vasco.

Vasco