PUBLICIDADE
Topo

Vasco

"Tem que tomar vergonha na cara", diz Andrey após 4 a 1 sofrido pelo Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/11/2020 20h15

Classificação e Jogos

Cria da base do Vasco, o volante Andrey demonstrou abatimento após a derrota por 4 a 1 sofrida para o Ceará em pleno estádio de São Januário, que manteve a equipe na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O jogador frisou que é preciso ter "vergonha na cara" para tirar o Cruz-maltino desta situação.

"Jogo para esquecer, acho que a gente tem que tomar vergonha na cara. Vasco é muito grande. Perder de 4 a 1 em casa... Tem que sangrar. Quem veste a camisa tem que dar a alma, correr e dar o coração. Temos que botar a cabeça no travesseiro e saber que não tá certo perder de 4 a 1. Agora é perder. Foi um resultado pífio. Agora é pensar na Sul-Americana. É dormir hoje sofrendo por essa derrota feia em casa", desabafou ao Premiere.

Ainda ao final do primeiro tempo, quando o Vasco já perdia por 2 a 0, o zagueiro e capitão Leandro Castan já fazia uma mea-culpa de sua má atuação:

"Nossa equipe não está bem, acho que agora é o momento de cada um olhar para si. Eu, como capitão do time, digo que esse foi um dos piores primeiros tempos que tive aqui dentro. Então é assumir a responsabilidade sem querer acusar quem está errado e quem não está. É cada um olhar para si e tentar melhorar para o segundo tempo".

Nesta quinta-feira (2), o Vasco vira a chave para a Copa Sul-Americana, quando recebe o Defensa y Justicia (ARG) pelo jogo de volta das oitavas de final da competição. Na ida, na Argentina, os times empataram em 1 a 1.

Já no fim de semana, a missão é dura pelo Brasileiro, quando a equipe visita o Grêmio, em Porto Alegre (RS), no domingo.

Vasco