PUBLICIDADE
Topo

Internacional

O que Abel tentou aprimorar no Inter com semana livre para treinos

Abel Braga quer ver evoluções no time do Inter após semana para treinamentos - Ricardo Duarte/Inter
Abel Braga quer ver evoluções no time do Inter após semana para treinamentos Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

28/11/2020 04h00

Classificação e Jogos

Abel Braga não esteve com o grupo de jogadores do Internacional ao longo da semana de treinamentos. O técnico se recupera após testar positivo para Covid-19, mas ainda assim é responsável direto pelas atividades. Com chamadas de vídeo e conversas por telefone, ele orientou os auxiliares Osmar Loss, Caíco e Leomir de Souza a trabalhar o que pretende ver de evolução no time no duelo de hoje (28), contra o Atlético-GO, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ainda que só possa fazer isso pela televisão.

Longe do campo, Abel manteve contato direto com o resultado dos trabalhos. Observou relatórios e contou com a relação próxima a seus auxiliares para organizar e orientar ações que espera ver refletidas no campo.

Bola aérea precisa melhorar

Com o adiamento do jogo contra o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Libertadores, em razão da morte de Diego Maradona, Abel Braga ganhou duas sessões maiores de treino. Nelas, deu atenção especial à bola aérea defensiva. O Inter sofre muitos gols em cruzamentos, sejam em faltas, escanteios e até com a bola rolando. O posicionamento da defesa e o "ataque à bola" são situações que precisam estar claras na cabeça dos jogadores e foi um dos pontos atacados nos trabalhos.

Movimentos pelos lados

Uma das mudanças principais no time de Eduardo Coudet para o de Abel Braga aconteceu nos lados do campo. Antes, os laterais jogavam mais à frente, os meias centralizavam para se aproximar dos atacantes. Agora, o time conta com atacantes pelos lados do campo e os laterais precisam participar do início das jogadas. Alinhar as saídas e recuos também ganhou atenção do técnico durante a semana.

Saída de bola, sem saída de três

A saída de bola errada gerou o gol da vitória do Fluminense no último domingo (22). E, na avaliação feita após a partida, a falha ocorreu pela troca de conduta na hora de começar as jogadas. Antes, o Inter tinha três jogadores alinhados — um volante e dois zagueiros — para começar a construção. Agora, são dois zagueiros, com volantes à frente deles e os laterais podendo participar pelos flancos. O momento certo de lançar e quem deve cobrir uma eventual perda de posse também esteve em pauta.

Criação ofensiva

É consenso que o Inter tem criado poucas chances de gol. Entre os aspectos trabalhados com mais tempo esteve também o surgimento de oportunidades com trocas de passe e aproximações.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-GO x INTERNACIONAL

Motivo:
23ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e hora: 28/11/2020 (sábado), às 21h (de Brasília)
Local: estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Auxiliares: Alex dos Santos e Thiago Americano Labes (ambos de SC)
VAR: Rafael Traci (Fifa/SC)

ATLÉTICO-GO: Jean; Arnaldo, Oliveira, Gilvan e Nicolas; Matheus Vargas, Willian Maranhão, Janderson, Chico e Júnior Brandão; Zé Roberto. Técnico: Marcelo Cabo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor (Rodinei), Moledo (Zé Gabriel), Cuesta e Uendel; Lindoso, Johnny, Mauricio, D'Alessandro e Patrick; Galhardo. Técnico: Leomir de Souza (auxiliar)

Internacional