PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Bastidores: São Paulo solicita acesso a áudio do VAR e aguarda aval da CBF

Thiago Fernanes

Do UOL, em São Paulo

26/11/2020 13h18

Classificação e Jogos

O São Paulo enviou à CBF uma solicitação para ouvir os áudios do VAR no empate por 1 a 1 com o Ceará, na noite de ontem (25), em jogo adiado da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020. O clube aguarda uma posição da entidade sobre o pedido feito por seu departamento de futebol.

O Tricolor paulista já havia informado, logo após a partida ocorrida na Arena Castelão, que solicitaria imagens e áudios do VAR com o intuito de avaliá-los para uma possível ação pedindo a anulação da partida no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

A CBF não costuma disponibilizar imagens e áudios do VAR a clubes. Em casos como o do São Paulo, é preciso que os representantes viajem até a sede da entidade com o intuito de assistir ao lance e ouvir os áudios dos árbitros.

A solicitação imediata do São Paulo se dá por causa do regulamento. Para que solicite a anulação do jogo, o clube precisa protocolar a ação no STJD até 48 horas depois da publicação da súmula da partida, o que aconteceu às 22h29 (de Brasília) de ontem (25), no sistema da CBF.

No episódio questionado pelo clube, o assistente Thiago Rosa de Oliveira (RJ) assinalou posição irregular de Pablo. No entanto, Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa/RJ) confirmou o gol ao ser instruído pelo VAR, comandado por Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ), com auxílio de William Machado Steffen (SC) e Daniel do Espirito Santo Parro (RJ). O problema é que o mesmo VAR se corrigiu e anulou o lance. No decorrer do processo que demorou quatro minutos e trinta e cinco segundos, o árbitro chegou a autorizar o reinício da partida com o gol do São Paulo validado.

São Paulo