PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

Rivaldo ameaçou voltar para casa se não fosse titular na Copa de 2002

Rivaldo e Edmílson, na Copa do Mundo de 2002 - Reprodução/Trivela/UOL
Rivaldo e Edmílson, na Copa do Mundo de 2002 Imagem: Reprodução/Trivela/UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/11/2020 15h12

Vice-artilheiro da Copa do Mundo de 2002 e um dos destaques da seleção brasileira pentacampeã do mundo, Rivaldo contou que, antes de ter a confirmação de sua titularidade, chegou a ligar para alguns colegas de seleção, dizendo que voltaria para casa se não estivesse entre os 11 iniciais contra a Turquia, na estreia do Brasil na competição.

"Eu estava com muita vontade de ser campeão, de jogar... Aos 44 minutos do segundo tempo, o Felipão me confirmou que eu seria titular contra a Turquia. Só que antes disso, antes da confirmação, eu ligava para colegas meus e dizia: 'Se ele não me colocar como titular, eu vou pegar um avião e vou embora daqui. Vou embora, não estou acreditando que o Felipão não me confirma'. Só que no finalzinho, ele me colocou como titular contra a Turquia", disse Rivaldo em participação no Resenha ESPN, que vai ao ar hoje, às 22h.

Rivaldo ainda disse que a incerteza sobre a titularidade mexeu com seus ânimos a ponto de ele ficar desesperado. A dúvida, à época, era se ele ou Denílson ocupariam a vaga de armador na equipe de Felipão, que manteve o segredo até quando pôde.

"Estava chegando perto da Copa do Mundo, e eu não tinha certeza se eu seria titular, e o próprio Felipão não tinha essa certeza, e eu ficava triste porque o Felipão não falava para a imprensa quem seria o titular, estava entre eu e o Denílson. A imprensa falava muito bem do Denílson, ficava em cima do Felipão, e ele não dizia o time, eu ficava desesperado", completou o ex-jogador.

Camisa 10 da seleção brasileira, Rivaldo marcou cinco gols na Copa do Mundo de 2002, realizada no Japão e na Coreia do Sul. O Brasil se sagrou pentacampeão do mundo vencendo todos os jogos da competição.

Seleção Brasileira