PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Comparações polêmicas de Edílson têm Messi, CR7 e Rivaldo: "Joguei mais"

Edílson Capetinha diz que foi mais importante que Rivaldo na Copa de 2002 - Reprodução/Band
Edílson Capetinha diz que foi mais importante que Rivaldo na Copa de 2002 Imagem: Reprodução/Band

Do UOL, em São Paulo (SP)

19/11/2020 04h00

Durante a exibição do "Os Donos da Bola" de ontem (18), o comentarista Edílson Capetinha voltou a polemizar e deu a entender que foi melhor que Rivaldo na Copa do Mundo de 2002 — o ex-camisa 10 da seleção brasileira foi um dos grandes destaques da conquista do pentacampeonato mundial.

No entanto, não é a primeira vez que o ex-atacante se compara a grandes nomes do futebol mundial. Desde que se tornou comentarista do programa comandado por Neto, Edílson já disse que jogou mais do que Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo.

O UOL Esporte listou outras declarações polêmicas do ex-atacante e agora comentarista de 50 anos. Relembre:

"O Messi, para jogar mais do que eu, tem que ser campeão mundial"

Em maio deste ano durante um programa, Neto questionou se Edílson tinha jogado mais do que Neymar e Lionel Messi. O comentarista afirmou que jogou mais do que os dois atletas.

"Quem jogou mais, você ou o Neymar, na fase boa?", perguntou Neto.

"Eu. Na fase boa, eu. (...) Para ele jogar mais do que eu, ele tem que ser campeão mundial. Eu tenho personalidade. O Messi, para jogar mais do que eu, tem que ser campeão mundial", observou Edílson.

"Você jogou mais que o Messi?", questionou o apresentador.

"Joguei", confirmou o Capetinha.

"Sou mais habilidoso do que o Cristiano Ronaldo"

No mesmo programa que Edílson afirmou ser melhor que Messi e Neymar, o comentarista disse que foi mais habilidoso que o craque português — que conquistou a Bola de Ouro por cinco vezes.

"O Renato Gaúcho falou que jogou mais que o Cristiano Ronaldo. Eu não posso falar... O Renato Gaúcho falou que jogou mais do que o Cristiano Ronaldo. Então, também posso falar", disse Edílson.

"Mais do que o Cristiano Ronaldo você jogou, não? Você tinha muito mais habilidade que ele", observou Neto.

"O Cristiano Ronaldo é só força, chuta de direita e de esquerda... Eu sou mais habilidoso que ele", concluiu o comentarista.

"Eu duvido que o Messi não trocaria todos os títulos dele pelo meu"

Em um programa do dia 30 de setembro, Edílson disse que Lionel Messi trocaria todos os seus títulos por uma Copa do Mundo e voltou a afirmar que foi melhor que o jogador argentino.

"Por isso que eu falo que sou melhor do que o Messi. Acabou. Não estou falando de ganhar, mas de botar dentro do campo. Eu vou para dentro. Eu sou mais eu", afirmou o comentarista.

"[Messi e CR7] São campeões mundiais de seleção? Eu duvido que o Messi não trocaria todos os títulos dele pelo meu. Eu duvido", completou.

Neymar, hoje, dentro de campo, é melhor que Messi e Cristiano Ronaldo

Em setembro, Neto levantou o debate se Neymar seria eleito o melhor jogador do mundo algum dia. Além de afirmar que ele ganharia o prêmio, Edílson ressaltou que o camisa 10 da seleção brasileira, dentro de campo, é melhor que Messi e Cristiano Ronaldo.

"Para você, o Neymar, um dia, vai ser melhor jogador do mundo?", perguntou Neto.

"Vai sim. Eu confio no Neymar. Acho que o Neymar, hoje, dentro de campo, é melhor que Messi e Cristiano Ronaldo", respondeu o comentarista.

"Na seleção de 82, tinha apenas quatro feras! O resto era meia boca"

Em outubro, Fernando Fernandes disse que raramente os jogadores campeões do mundo são lembrados, as raras exceções, foram as seleções do Brasil em 1970 e 1982.

Edílson retrucou dizendo: "Eu estava só ouvindo. Mas vocês estão de brincadeira em falar que a seleção de 82 era fera. Tem quatro feras em 82, apenas quatro! O resto era meia boca. Fera mesmo era o Zico, o Sócrates, o Falcão e o Júnior. E só".

Futebol