PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Emiliano Díaz vê pontos positivos em atuação do Botafogo e pede tempo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

16/11/2020 23h40

Após a derrota para o Red Bull Bragantino, Emiliano Díaz afirmou ter visto mais pontos positivos que negativos na atuação do Botafogo e ressaltou que, com tempo de trabalho, o time vai melhorar e conseguir sair da delicada situação em que se encontra no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado desta noite, o Alvinegro ocupa, agora, a penúltima colocação da competição, com 20 pontos conquistados. Emiliano é filho e auxiliar de Ramón Díaz, que se recupera de uma cirurgia e deve fazer a estreia no comando do time alvinegro em breve.

"Chegamos faz uma semana. Eu cheguei faz dois dias. Isso leva tempo. O primeiro tempo foi melhor do que esperávamos. A recepção do grupo foi muito boa. Temos muito para trabalhar e sabemos que será um caminho duro. Mas é só uma semana de trabalho. Nos primeiros 35, 40 minutos, tivemos situações de gol e a posse de bola também foi nossa. A ideia de Ramón, minha e de todos é manter o primeiro tempo por, ao menos, 70 minutos para superar os rivais. Consideramos que é um bom caminho", disse.

"Nas últimas 14 partidas do Botafogo, em nenhuma houve a intensidade e o domínio que tivemos nos primeiros 45 minutos. Estamos tranquilos nesse sentido. Tivemos muito mais coisa positiva que negativa nesta primeira partida", completou.

Questionado sobre a fase pela qual a equipe passa, Emiliano salientou ter ciência de que Botafogo não tem tempo neste momento, mas confia em uma mudança de rumo.

"A confiança se tem com o que fizemos no primeiro tempo. O grupo cresceu no que foi trabalhado, mas vamos melhorar. Sabemos que o Botafogo não tem tempo, mas acreditamos nesse grupo e no trabalho. Sabemos que esse momento difícil vai passar, porque temos um elenco rico, foi mostrado no primeiro tempo. Vamos passar por esse momento e, com a mentalidade do Ramón, vamos ser uma equipe vencedora", assegurou.

Vice-presidente de futebol critica arbitragem

Antes de Emiliano Díaz conceder coletiva, Marco Agostini, vice-presidente de futebol do Botafogo, foi ao microfone e fez um pronunciamento. O dirigente ressaltou a confiança que a diretoria tem na comissão recém-chegada e fazer críticas à arbitragem.

"Antes de mais nada gostaria de dizer que é a primeira semana de trabalho da comissão técnica. Temos muita confiança de que esse trabalho vai dar resultado. o que vai caber a gente é dar apoio total a dele. e esse apoio exige que a gente vá mais uma vez interpelar a CBF sobre a falta de critério da arbitragem porque está recorrente. Não é só nos jogos do Botafogo. Em toda rodada estamos vendo falta de critério. pelos erros de arbitragem. Vemos falta de critério. O VAR, de certa maneira, tenta corrigir erros, mas eles continuam com interpretações equivocadas. Os critérios têm que ser melhores explicados. A gente confia no trabalho, mas o resultado vai ser feito dentro de campo. Fora dele nós defendemos com unhas e dentes que o Botafogo não seja prejudicado ou não tenha essas interpretações, mais uma vez, equivocadas por parte da arbitragem", disse.

Botafogo