PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Atlético-GO e Corinthians empatam em jogo de pouca inspiração

Do UOL, em São Paulo

07/11/2020 22h54

Classificação e Jogos

Em um jogo de nível muito ruim, o Atlético-GO empatou em 1 a 1 com o Corinthians na noite de hoje (7) e interrompeu uma série de duas vitórias seguidas do Alvinegro como visitante no Brasileirão 2020. O Dragão, por sua vez, segue sem vencer, mantendo um jejum de quatro partidas na competição nacional.

Lucas Oliveira foi quem abriu o placar para os donos da casa, mas Fábio Santos, de pênalti, igualou o marcador da partida válida pela 20ª rodada, no Olímpico de Goiânia.

Com o resultado, o Corinthians sobe temporariamente para a nona colocação, com 25 pontos. O Atlético-GO, no entanto, segue na 13ª posição, 23.

O próximo compromisso do Alvinegro será contra o Atlético-MG, no próximo sábado (14), às 19h (de Brasília), na Neo Química Arena. Já o Dragão vai a campo contra o Flamengo, no mesmo dia, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã.

Quem foi bem: Fábio Santos

Encontrar uma atuação de destaque nessa partida é uma tarefa difícil, mas, pelo contexto, cabe um elogio à partida feita pelo lateral esquerdo Fábio Santos. Sua atuação, como de costume, foi segura. Além disso, o camisa 26 chamou a responsabilidade ao bater, e converter, o pênalti que possibilitou ao Corinthians a igualdade no marcador. Sua presença no setor defensivo transmite confiança aos demais companheiros, ao contrário do que vinha acontecendo com Sidcley e Piton em sua função.

Quem foi mal: Marllon

Chamado de volta de empréstimo às pressas após a contusão de Danilo Avelar, Marllon vinha suprindo com muita competência as necessidades do Corinthians na função. Hoje, porém, cometeu falhas que poderiam ter impossibilitado ao Alvinegro o empate conquistado fora de casa.

Os "dentes" de Otero roubam a cena

O lance que chamou mais a atenção na primeira etapa foi quando, em uma disputa de bola com Ferrareis, o corintiano Otero aparentemente pareceu ter perdido uma série de dentes. Após serem resgatados pelo lateral esquerdo Fábio Santos, foi revelado durante a transmissão da partida que os dentes eram, na verdade, lentes de contato dentais, usadas para fins estéticos e que custam, aproximadamente, R$ 2 mil cada.

Atuação do Corinthians

Desde a chegada de Vagner Mancini, o Corinthians vinha conseguindo ser competitivo no Brasileirão, especialmente como visitante. Isso, porém, não aconteceu na primeira etapa em Goiânia. Apesar de não sofrer maiores ameaças até o minuto 41, o clube do Parque São Jorge não conseguiu controlar o jogo em momento algum. Seu melhor lance foi justamente na jogada anterior ao gol do adversário, quando Davó chegou a driblar o goleiro Jean, mas hesitou muito na hora de chutar e acabou desarmado. Após o 1 a 0, em uma falha de Marllon, o Atlético por pouco não aumentou o marcador, quando Chico acabou finalizando para fora no lado esquerdo de Cássio.

No segundo tempo, porém, Fagner sofreu um pênalti e Fábio Santos igualou o placar. O gol, porém, teve pouco ou nenhum efeito na postura dos comandados de Vagner Mancini, que seguiram pouco inspirados e sem ímpeto até o apito final.

Atuação do Atlético-GO

O Dragão foi superior ao Corinthians no primeiro tempo, mas isso tampouco significa que o desempenho da equipe local tenha sido bom. Além do tento de cabeça anotado por Lucas Oliveira, o Atlético levou perigo ao gol de Cássio somente uma vez. A mesma postura se manteve na segunda etapa, quando o Corinthians empatou o jogo em dez minutos. Algumas chances isoladas ainda foram criadas, com destaque para um chute fora da área de Willian Maranhão, que passou muito perto do gol de Cássio, mas nada que justificasse um placar diferente.

Ficha técnica
Atlético-GO 1 x 1 Corinthians

Motivo: 20ª rodada do Brasileirão 2020
Local: Olímpico, em Goiânia (GO)
Data: 7 de novembro de 2020 (sábado)
Hora: às 21h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RJ)
Assistentes: Leirson Peing Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Cartão amarelo: Bruno Méndez (no banco), Xavier, Otero, Gabriel (Corinthians); Gilvan, Lucas Oliveira, Natanael (Atlético-GO)

Gol(s): Lucas Oliveira (Atlético-GO), aos 41 minutos do 1º tempo (1-0); Fábio Santos (Corinthians), aos 11 minutos do 2º tempo (1-1)

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, Lucas Oliveira, Gilvan e Nicolas (Natanael); Marlon Freitas, Willian Maranhão e Matheus Vargas (Wellington Rato); Ferrareis, Chico e Zé Roberto. Técnico: Eduardo Souza.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Camacho), Xavier (Gustavo Silva), Ramiro (Éderson), Otero (Everaldo) e Luan; Matheus Davó (Léo Natel). Técnico: Vagner Mancini.

Futebol