PUBLICIDADE
Topo

Botafogo

Walmer pede impugnação de chapas de Durcesio e Alessandro em pleito do Bota

General Severiano, sede do Botafogo - Bruno Braz / UOL Esporte
General Severiano, sede do Botafogo Imagem: Bruno Braz / UOL Esporte

Alexandre Araújo

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

30/10/2020 19h18Atualizada em 31/10/2020 10h34

A eleição do Botafogo ganhou mais um capítulo nos bastidores. A "Chapa Verde - O Mais Tradicional", liderada por Walmer Machado, pediu a impugnação das chapas "Botafogo de Todos", encabeçada por Durcesio Mello, e "Mais Botafogo", de Alessandro Leite.

Vale ressaltar que, ontem (29), a chapa de Durcesio já havia pedido a impugnação da chapa de Walmer apontando irregularidades na lista de inscritos pelo grupo, como o fato de ter o nome de pessoas já mortas.

A informação sobre os pedidos de Walter foi publicada, inicialmente, pelo Lance! e confirmado pelo UOL Esporte.

No pedido referente à chapa de Durcesio, o documento apresentado consta a alegação de que candidato não atendeu às condições estabelecidas pelo estatuto e também um "conflito de interesse" pelo fato do filho de Durcesio ser um dos gestores do Resende.

Chapa encabeçada por Walmer Machado pede impugnação de chapa de Durcesio - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Apontando que os pedidos têm amparo nos artigos 34, II, 37 e 38, VIII das leis alvinegras, pede-se a impugnação, dentre outros motivos, por "ausência dos requisitos necessários para assunção do cargo, dentre os quais, o seu nome (CPF) constante no Serasa e no SPC, gestor, sócio, diretor e administrador de uma S/A (LRF Empreendimentos e Participações Sociedade Anônima) com 103 títulos protestados, Execuções Cíveis, Fiscais, Trabalhistas, com dívidas milionárias, em tese, falida".

Ainda no documento, se ressalta que "Pedro Mello (filho do candidato Durcesio Andrade Mello) é um dos gestores do Resende Futebol Clube, clube que atualmente disputa a primeira divisão do Campeonato Carioca - e é um dos adversários do Botafogo de Futebol e Regatas" e há a afirmação de que "o que se pretende evitar é a transformação do Botafogo de Futebol e Regatas como vitrine de jogadores do Resende, haja vista a relação familiar que envolve o candidato Durcesio Andrade Mello - e a gestão do Resende Futebol Clube".

Já no caso do pedido de impugnação da chapa de Alessandro Leite, há a indicação de irregularidade na lista de inscritos.

Walmer pede impugnação da chapa de Alessandro em eleição do Botafogo - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Além disso, cita o sócio proprietário Roger Ancillotti. De acordo com o documento apresentado, o nome do sócio não consta no cadastro enviado ao Conselho Deliberativo em 15 de Setembro de 2020, não foi localizado no arquivo e não aparece em outra relação de sócios existentes.

"Ademais, o sócio Roger Vinicius Ancillotti foi cadastrado no sistema do Clube em setembro de 2020, com suposta data de inclusão nos quadros de sócio em 1989, e via de sequência foi incluído como integrante dos 140 nomes para compor a chapa Ouro, "Mais Botafogo" (atual gestão do Clube)".

Com o compromisso de levar a transparência, e por analogia a ficha limpa, informamos a todos os Botafoguenses que a Chapa Verde apresentou IMPUGNAÇÃO do Candidato à Presidente DURCESIO MELLO (Chapa Preta e Branca) e de seus integrantes inadimplentes. O Candidato Durcésio foi impugnado por ter seu nome incluído na lista de DEVEDORES do SPC- SERASA. O Candidato Durcésio é também Diretor e Administrador de uma SA (sociedade anônima), que é devedora de muito dinheiro na praça (com 103 títulos protestados). O Candidato Durcésio, em pesquisas realizadas no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, aparece como devedor numa Execução judicial (em andamento na 14ª Vara Cível), no valor principal de R$2.466.313,09 (quase DOIS MILHÕES e MEIO DE REAIS), entre outras dívidas. E tem mais: o filho do Candidato Durcésio Mello (Pedro Mello) é um dos gestores do RESENDE FUTEBOL CLUBE, correndo risco de transformar o Botafogo em vitrine de jogadores do Resende por conta da relação familiar que envolve o Candidato Durcésio. Sócios e Torcedores Botafoguenses, NÃO PODEMOS NOS CALAR diante destes fatos. Nosso Botafogo não merece mais tanto amadorismo. O intuito não é atingir a honra do Candidato Durcésio Mello, mas mostrar que uma boa administração começa no seu próprio negócio e que não existe salvador da pátria. Pense bem: o Candidato Durcésio NÃO é a melhor opção para o Botafogo e o futuro do Clube está em suas mãos! O nosso Glorioso precisa de muito trabalho, competência e determinação. Merece começar limpo, com transparência e com o novo. #WalmerMachadoPresidente #LancettaVice Saudações Alvinegras, Chapa Verde #juntospodemosmudar Obs.: Todos os documentos foram juntados oficialmente no Botafogo de Futebol e Regatas e são documentos públicos.

Uma publicação compartilhada por Walmer Presidente Botafogo (@walmerpresidentebotafogo) em

Botafogo