PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

SPFC leva 9 gols em 5 jogos e reforça defesa como falha de Diniz em 2020

São Paulo foi derrotado pelo Lanús por 3 a 2. Time paulista sofre com a queda de rendimento da defesa - Staff Images / CONMEBOL
São Paulo foi derrotado pelo Lanús por 3 a 2. Time paulista sofre com a queda de rendimento da defesa Imagem: Staff Images / CONMEBOL

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

29/10/2020 04h00

O São Paulo teve a melhor defesa do Brasileirão 2019, com 30 gols sofridos. Um ano mais tarde, o principal problema da equipe é justamente o setor. Os comandados de Fernando Diniz foram vazados nove vezes nos últimos cinco jogos e têm dificuldades para evitar que os adversários balancem as redes.

Os números são ainda piores se avaliados de forma mais abrangente. Na temporada passada, o Tricolor paulista sofreu 47 gols em 60 partidas. Em 37 compromissos neste ano, a situação é semelhante. Já são 46 gols sofridos, um a menos que em 2019.

Ciente da queda de rendimento da defesa, Fernando Diniz adotou a sinceridade ao ser perguntado o que o incomoda na atual equipe são-paulina e se diz insatisfeito com a defesa.

"Hoje [ontem], também contra o Fortaleza, no confronto que tomamos cinco gols em dois jogos, eu estou insatisfeito, principalmente por serem jogadas mapeadas e que treinamos muito. A gente não podia ter tomado dois gols de bola parada como aconteceu no jogo de hoje [ontem]. Algo que precisamos corrigir para frente. Não estamos contentes com o resultado da partida, principalmente com os três gols tomados. A gente tem evoluído, mas precisamos melhorar o sistema defensivo, no que diz tomar gols. Temos que parar de tomar gols", afirmou.

Os jogos apontados por Diniz são justamente os mais recentes do São Paulo. O time empatou por 3 a 3 com o Fortaleza na ida das oitavas de final da Copa do Brasil e, na sequência, obteve uma igualdade por 2 a 2 na volta. Diante do Lanús, foram mais três gols sofridos na derrota por 3 a 2.

A defesa, outrora elogiada, passou a falhar repetidamente e encontra dificuldades para se recuperar. Em 2020, o time ficou, no máximo, dois jogos seguidos sem sofrer gols. Isso aconteceu em quatro oportunidades, sendo que a última foi após as vitórias sobre Atlético-GO (3 a 0) e Palmeiras (2 a 0).

São Paulo