PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras e Cruzeiro discutem negociação envolvendo Scarpa e Cacá

Cacá, zagueiro do Cruzeiro, celebra gol marcado diante do Botafogo-SP - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Cacá, zagueiro do Cruzeiro, celebra gol marcado diante do Botafogo-SP Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Guilherme Piu, Thiago Fernandes e Thiago Ferri

Do UOL, em Belo Horizonte e São Paulo

24/10/2020 16h34

Classificação e Jogos

Palmeiras e Cruzeiro discutem no mercado da bola uma negociação que pode envolver a ida de Gustavo Scarpa para a Raposa e a chegada de Cacá ao Verdão. O zagueiro de 21 anos de idade é um desejo alviverde, mas o negócio ainda está em fase inicial.

Isto porque, de acordo com pessoas ligadas ao Palmeiras, a contratação de Cacá a princípio teria de envolver a ida de Scarpa e uma compensação financeira. O salário do meia, também, é um empecilho para chegar a um acordo com a equipe mineira, que disputa a Série B e está em um momento de contenção de gastos.

O Cruzeiro chegou a falar em fazer a troca entre Scarpa e o meia Maurício, de 19 anos de idade. Só que o Verdão está de olho em Cacá há algum tempo, e vê a necessidade de reforçar sua defesa.

Com a saída de Vitor Hugo, o Palmeiras tem como opções para a zaga: Felipe Melo, Gustavo Gómez, Luan e Emerson Santos. Gómez é convocado com frequência pela seleção paraguaia, e Emerson fez apenas três partidas na temporada. O garoto Renan, de 18 anos de idade, já foi usado por necessidade.

Cacá é considerado um dos jogadores mais talentosos do Cruzeiro. O clube precisa fazer mais uma venda em 2020, mas sabe que o zagueiro está bastante valorizado. Depois de sondagens da Rússia, o Athletico ofereceu R$ 9 milhões por 50% de seus direitos no início do ano. O negócio não avançou. O Santos é outra equipe que falou no defensor, no mês passado.

O Verdão, que busca reforços pontuais no mercado da bola, chegou a negociar a venda de Gustavo Scarpa em dois momentos na temporada. Em janeiro, o negócio com o Almería (ESP) deu errado por conta de regras do fair play financeiro na Espanha. Há dois meses, o Al-Nassr chegou a oferecer US$ 4 milhões (R$ 21,5 milhões na época), mas o Verdão pediu 4 milhões de euros (R$ 25 milhões) e as conversas esfriaram.

Futebol