PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Com golaço de Michel Araújo, Fluminense goleia Coritiba e alivia pressão

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

28/09/2020 21h55

Classificação e Jogos

O Fluminense goleou o Coritiba, na noite de hoje (28), no Nilton Santos, pelo Campeonato Brasileiro, e aliviou a pressão que rondava as Laranjeiras após a eliminação na Copa do Brasil. O triunfo por 4 a 0 aconteceu com um gols de Michel Araújo, Felippe Cardoso, Nino e Ganso.

Com o resultado, o time tricolor chegou a 17 pontos e encostou no grupo que luta por vaga na Libertadores do ano que vem. Já o Coxa, permaneceu com 11 pontos e vai apenas "dormir" fora da zona, uma vez que, quarta-feira, Botafogo e Bahia se enfrentam e, independentemente do resultado, empurram a equipe de Jorginho para a degola.

Na próxima rodada, o Flu tem pela frente o clássico com o Botafogo, no Nilton Santos, no domingo. Já o Coritiba, recebe o São Paulo, no Couto Pereira, às 16h.

Surto de covid no Flu

O Fluminense foi a campo com alguns desfalques devido a um surto de covid que atingiu o elenco. No último sábado, exames apontaram nove jogadores positivos para coronavírus, dentre eles: o lateral-direito Calegari, o zagueiro Luccas Claro, o meia Miguel, e os atacantes Luiz Henrique e Marcos Paulo. Já no grupo sub-23, os zagueiros Luan e Nascimento, e os volantes André e Martinelli.

Gol no aniversário

O jogo ainda estava naquela fase inicial, quando os adversários se estudam, e a torcida tricolor já pôde comemorar. Logo aos 7 minutos, após troca de passes do Fluminense no setor ofensivo, Michel Araújo recebeu na intermediária e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Wilson. O golaço aconteceu no dia em que o uruguaio completou 24 anos.

Foi o primeiro gol dele em uma partida oficial pelo clube das Laranjeiras. Ele havia balançado a rede anteriormente em um dos amistosos com o Botafogo que foram usados para a preparação visando o Brasileiro.

Tricolor domina e "perde" jogador

Mesmo buscando "povoar" o meio de campo, o Coritiba dava espaços ao Fluminense, que conseguia ter a bola e trocar de passes. Um dos mais ativos no início da partida, porém, Wellington Silva sentiu um incômodo muscular na coxa esquerda e teve de deixar o duelo ainda com 20 minutos.

Melhora e mais equilíbrio

Aos poucos, o time do técnico Jorginho subiu um pouco de produção, ganhou mais campo e passou a ter presença maior no ataque. Ainda assim, demonstrava grande carência na criação das jogadas. O jogo ficou equilibrado, mas muito preso no meio.

Robson perde chance clara

Em um momento de pressão do Coritiba, já na reta final do primeiro tempo, William Matheus cruzou para a área e a bola passou por Ferraz. Robson, na cara de Muriel e sem marcação, não finalizou bem e mandou para fora.

Quase se redimiu

O Coritiba voltou para o segundo tempo e dando um "calor" no Flu. E, por pouco, Robson não se redimiu da chance perdida na etapa inicial. Ele deu uma caneta em Hudson e finalizou, mas a bola carimbou a trave.

Entrou e marcou

Aos 14 minutos, Odair Hellmann colocou Felippe Cardoso na vaga de Fred. No primeiro lance do atacante, girou, driblou Wilson e mandou para o fundo da rede, ampliando a vantagem do time tricolor.

Novamente pelo alto

Atrás no placar, o Coritiba apostava na velocidade, mas não tinha sucesso. Em uma das escapadas ao ataque, o Flu "conseguiu" uma falta. Na cobrança de Nenê, Matheus Ferraz apareceu nas costas da defesa e escorou para a área, Nino aproveitou e fez o terceiro.

Coxa sem forças

Com o 3 a 0 no placar, o Tricolor tentava manter a posse para evitar riscos. O Coxa, por outro lado, encontrava muita dificuldade de quebrar as linhas de marcação e não indicava ter forças para uma reação.

Não era a noite de Robson

Robson, definitivamente, não esteve em uma boa noite. O jogador recebeu pela esquerda e arriscou, fazendo a bola, desta vez, explodir no travessão.

Expulsão e goleada

Nos minutos finais, Dodi saiu em disparada e, quando estava cara a cara com Wilson, foi empurrado na área por Natanael: pênalti marcado. O lateral do Coritiba foi expulso. Na cobrança, Ganso fez o quarto e fechou a goleada tricolor.

Estreia do terceiro uniforme

O Tricolor aproveitou o duelo com o Coritiba para a estreia do terceiro uniforme, lançado no último dia 15. A camisa é na cor verde, com detalhes em laranja.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 4 X 0 CORITIBA


Competição: Campeonato Brasileiro
Data: 28/09/2020 (segunda-feira)
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)Auxiliares: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Danilo Barcelos (FLU); William Matheus (CTB)
Cartões vermelhos: Natanael, aos 40 minutos do segundo tempo
Gols: Michel Araújo, do Fluminense, aos 7 minutos do primeiro tempo; Felippe Cardoso, do Fluminense, aos 15 minutos do segundo tempo; Nino, do Fluminense, aos 26 minutos do segundo tempo; Ganso, aos 41 minutos do segundo tempo

Fluminense: Muriel, Igor Julião (Wisney), Nino, Matheus Ferraz e Danilo Barcelos; Hudson, Dodi e Nenê (Ganso); Michel Araújo (Yago Felipe), Wellington Silva (Fernando Pacheco) e Fred (Felippe Cardoso). Técnico: Odair Hellman

Coritiba: Wilson, Natanael, Rodolfo Filemon, Sabino, William Matheus; Hugo Moura (Ramón Martínez), Matheus Sales, Matheus Bueno (Thiago Lopes); Gabriel (Sarrafiore), Giovanni Augusto (Nathan) e Robson. Técnico: Jorginho