PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Andrés defende paralisação do Brasileiro após adiamento de Palmeiras x Fla

Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, defende paralisação do Brasileiro - Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, defende paralisação do Brasileiro Imagem: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Do UOL, em São Paulo

27/09/2020 15h32

Classificação e Jogos

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, saiu em defesa da paralisação do Campeonato Brasileiro por conta do adiamento da partida de hoje (27) entre Flamengo e Palmeiras, no Allianz Parque.

"O maior problema do futebol é quando um clube só pensa nele e em mais nada. Suspender um jogo é suspender o protocolo que todos toparam. Melhor paralisar o campeonato inteiro então", escreveu Andrés no Twitter.

O encontro entre Palmeiras e Flamengo, pela 12ª rodada do Brasileirão, está previsto para hoje a partir das 16h (de Brasília), mas o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) acatou pedido do Sindiclubes e determinou o adiamento do duelo. A decisão aconteceu após o surto de covid-19 que atingiu o clube carioca.

Ao todo, o Flamengo tem 19 jogadores infectados com o coronavírus, fora membros da comissão técnica, do departamento de futebol e dirigentes. O surto de contágio aconteceu durante a passagem da delegação pelo Equador, onde a equipe do técnico Domènec Torrent encarou o Independiente del Valle, no último dia 17, e o Barcelona de Guayaquil, na última terça-feira, pela Libertadores.

O TRT-RJ ainda negou hoje um pedido da Confederação Brasileira de Futebol para reverter a decisão de adiamento. A CBF havia entrado com um mandado de segurança para garantir a realização da partida, mas a plantonista do TRT, desembargadora Maria Helena Motta, decidiu manter a decisão.

Ontem, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, também defendeu a paralisação do Brasileiro. "Caso seja definido que o protocolo determinado para o Campeonato Brasileiro não será cumprido, é preciso paralisar a competição", publicou o clube alviverde no Twitter em nota assinada por Galiotte.