PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Vulcão entra em atividade no Equador e Fla cancela treino para Libertadores

Cidade de Guayaquil está repleta de cinzas do vulcão Sangay, que entrou em atividade - Reprodução/Twitter
Cidade de Guayaquil está repleta de cinzas do vulcão Sangay, que entrou em atividade Imagem: Reprodução/Twitter

Caio Blois e Léo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

20/09/2020 17h03

A fase do Flamengo não é mesmo das melhores no Equador. Após ser goleado pelo Independiente Del Valle em Quito, o Rubro-Negro permaneceu no país e foi para Guayaquil, onde fechará a preparação para jogar contra o Barcelona, na terça (22), às 19h15, também pela Libertadores. Mas o elenco foi impedido de treinar neste domingo, já que o vulcão Sangay, da vizinha Morona-Santiago, entrou em atividade.

A cidade ficou coberta de cinzas, que apesar de não serem tóxicas, são corrosivas e podem causar problemas respiratórios. Assim, até mesmo o confronto entre Guayaquil City x El Nacional, pelo Campeonato Equatoriano, foi adiado.

Colunas de gás e cinzas ocupam os céus de Guayaquil entre 800 e 2000 metros acima do nível do mar, impedindo a visibilidade de aviões, por exemplo. Por isso, o aeroporto da cidade também foi fechado.

Esta não é a primeira das notícias ruins que o Fla recebeu nos últimos dias. Além da derrota acachapante por 5 a 0 no meio de semana, a pior de sua história na competição da qual é atual campeão, o time também estará sem o artilheiro Gabigol, que sofreu uma lesão na coxa direita.

Em segundo lugar no grupo A, com seis pontos, o time do pressionado catalão Domènec Torrent precisa pontuar para não correr riscos na classificação.

Flamengo