PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Corinthians é um time de uma nota só, a bola do Otero", diz Pedro Ivo

Do UOL, em São Paulo

17/09/2020 12h00

Classificação e Jogos

O Corinthians venceu o Bahia na Neo Química Arena apresentando gol em jogada ensaiada de escanteio e chances criadas pelo Otero, jogador recém-chegado no time treinado interinamente por Dyego Coelho, mas voltou a demonstrar falhas defensivas e também poucas alternativas que não envolvessem os chutes do venezuelano.

No Fim de Papo, live-pós rodada do UOL, Pedro Ivo Almeida destaca a dependência do time corintiano das jogadas em que a bola cai no pé de Otero para finalizar. Embora ressalte que o importante contra o Bahia era voltar a vencer, o jornalista vê o Corinthians precisando melhorar para a sequência da temporada tanto no ataque quanto na defesa.

"Nada mais importava hoje do que o resultado, o desempenho em si, você tira as bolas levantadas, ensaiadas, a bola parada do Fagner, a presença do Gil na área, tem muito pouco a comemorar, o Corinthians hoje é um time de uma nota só, que é a bola do Otero. Se o Otero bate de fora da área leva perigo, se o Otero bate falta, leva perigo, se o Otero bate de algum lugar, gera um escanteio, tem bola parada, tem bola aérea", diz Pedro Ivo.

"Mas o Corinthians do meio para trás é preocupante, não há uma solidez ali da linha de volantes para trás. A zaga do Corinthians, que já foi algo exemplar dentro do futebol brasileiro, hoje se confunde muito, talvez por isso o Cássio apareça tanto, fique tão exposto e acaba que falha em um gol em um jogo, mas no outro jogo ele é responsável por salvar com duas ou três defesas", completa.

O goleiro corintiano foi um dos destaques da partida e Pedro Ivo diz que, mesmo com os méritos do técnico e de jogadas de Otero e Fagner, Cássio foi o maior responsável por garantir a vitória.

"Hoje é claro que tem mérito do Coelho, tem mérito do Otero, tem mérito do Fagner, mas se não tem o Cássio ali para segurar o tanto de falhas defensivas, não tem os três pontos para o Corinthians. É um time que ainda vai se escorando muito em situações peculiares, não há exatamente uma grande construção de vitória, acho que esse é o ponto em que o Corinthians ainda precisa aprimorar", conclui.

O Fim de Papo foi apresentado por Vinicius Mesquita contou ainda com a participação dos jornalistas José Trajano e Danilo Lavieri. O programa é apresentado todas as quartas e quintas-feiras em que há rodada do futebol.

Futebol