PUBLICIDADE
Topo

Futebol

José Trajano: "O jogo do Palmeiras foi chato, o Bolivar é horroroso"

Do UOL, em São Paulo

17/09/2020 01h17

No Fim de Papo, live pós-jogo do UOL, após as vitórias do Corinthians por 3 a 2 sobre o Bahia, pelo Brasileirão, e do Palmeiras por 2 a 1 sobre o Bolivar, pela Libertadores, os jornalistas José Trajano, Danilo Lavieri e Pedro Ivo Almeida analisaram, com a apresentação de Vinicius Mesquita os destaques da noite de futebol que teve os dois rivais paulistas exibidos ao mesmo tempo na TV aberta. E em termos de futebol mais vistoso e gols, o alvinegro levou a vantagem.

Para José Trajano, o jogo do Palmeiras na altitude contra o Bolivar foi pouco atraente por diversos aspectos, como o nível do time boliviano, que não jogava uma partida há seis meses devido à pandemia do novo coronavírus.

"O Corinthians mais vibrante, o jogo foi legal, o jogo chato foi o do Palmeiras. Foi chato o jogo do Palmeiras e tem uma série de detalhes. O Bolívar é horroroso, o Bolívar treinando e jogando todo dia já é uma merda, não jogando há seis meses você imagina que futebol ele pratica", afirma Trajano.

Em relação ao time de Vanderlei Luxemburgo, Trajano diz ter ficado surpreso com a formação, que teve desfalques e a volta de Rony como titular no ataque ao lado de Willian, e foi justamente o atacante que não vinha atuando que sofreu o pênalti que abriu o placar.

"O Palmeiras jogando contra a altitude, também com uma formação diferente, eu também me espantei com essa formação, jogadores que não vinham atuando como titulares jogaram", diz Trajano.

A atuação de Rony, aliás, foi destacada por Danilo Lavieri, que afirmou que o jogador foi a boa notícia para o torcedor palmeirense na vitória que manteve o time com 100% de aproveitamento na competição sul-americana.

"O Palmeiras tem um bom motivo para o torcedor ficar feliz, é o Rony, que finalmente jogou bem depois de tanto tempo, o Palmeiras aí tentando há dois, três meses fazer com que o Rony jogasse e não estava conseguindo. E hoje, na altitude, veja bem você, conseguiu jogar bem o Rony", analisa.

Corinthians também aposta em garotos

Além de Rony, outro destaque do Palmeiras foi Gabriel Menino, que fez um belo gol em chute de fora da área, o seu primeiro como profissional pelo clube. E também teve gol de jovem atleta no Corinthians, na vitória sobre o Bahia, com a mudança de Dyego Coelho, que escalou Roni e Xavier no meio de campo.

"A exemplo do que o Palmeiras vem fazendo colocando meninada para jogar, eu acho que o Coelho foi corajoso, ele conhece bem esses meninos, ele trabalha na base há muito tempo, então ele botou esse Rony que fez o gol e esse Xavier e deu certo", afirma Trajano.

Pedro Ivo Almeida destaca a atuação de Cássio, que foi alvo de pressão de torcedores após a derrota para o Fluminense no último fim de semana, mas fez uma boa atuação e ajudou o Corinthians a garantir a vitória sobre o Bahia.

"Não que eles tenham que responder alguma coisa, mas não tem nada melhor do que ver isso ser respondido na bola, o Cássio teve uma grande atuação, o Trajano pontuou as situações ótimas do Corinthians hoje, mas se não fosse o Cássio salvando alguns pontos negativos, o Corinthians não teria conseguido essa vitória", afirma Pedro Ivo.

O Fim de Papo volta nesta quinta-feira, logo após a rodada com os jogos de Flamengo e São Paulo pela Libertadores, com a participação de Marília Ruiz, Renato Maurício Prado e Ricardo Rocha, além da apresentação de Luísa Oliveira.

Futebol