PUBLICIDADE
Topo

Cruzeiro

Cruzeiro garante manutenção de Enderson, mesmo após críticas de mecenas

Enderson Moreira, técnico do Cruzeiro, segue com apoio da diretoria, após críticas de patrocinador - Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Enderson Moreira, técnico do Cruzeiro, segue com apoio da diretoria, após críticas de patrocinador Imagem: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

31/08/2020 04h00

Enderson Moreira segue no Cruzeiro, mesmo com as duras críticas de Pedro Lourenço, mecenas e patrocinador do clube, no fim de semana. A diretoria sustenta o técnico e aposta em seu trabalho para a Série B do Campeonato Brasileiro 2020.

O treinador foi criticado pelo dono do Supermercados BH, patrocinador máster e parceiro do clube em pagamento de dívidas na Fifa, em entrevista após a derrota para o América-MG no último sábado (29). Mesmo com as declarações contundentes, a diretoria preferiu segurar o comandante à frente do elenco.

Há confiança do presidente Sérgio Santos Rodrigues e do diretor técnico Deivid no trabalho feito por Enderson Moreira no clube. A cúpula não vai se manifestar sobre as declarações de Pedrinho, como o empresário é conhecido, para evitar mais problemas em público.

A diretoria também não pretende seguir o pensamento de seu mecenas. O pouco tempo de trabalho de Enderson Moreira, que chegou à Toca da Raposa II em março passado e disputou apenas dez jogos, é um dos motivos pelos quais a cúpula não tenciona demiti-lo neste momento.

No último sábado, logo depois do revés para o América, Pedro Lourenço disse que demitiria o técnico se estivesse ocupando o cargo de presidente do Cruzeiro. Parte do Conselho Deliberativo do clube se manifestou de forma contrária ao mecenas em conversa com o UOL, na manhã de ontem (30).

Cruzeiro