PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Gatito chuta e derruba VAR após derrota do Bota com gols anulados

Jogo entre Botafogo e Inter termina com aparelho do VAR derrubado após chute do goleiro Gatito - Reprodução
Jogo entre Botafogo e Inter termina com aparelho do VAR derrubado após chute do goleiro Gatito Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

29/08/2020 19h36

O Botafogo perdeu a invencibilidade no Campeonato Brasileiro neste sábado (29) ao ser derrotado pelo líder Internacional por 2 a 0, e, para o time carioca, o jogo foi marcado por dois gols da equipe anulados pelo VAR. Após o apito final do árbitro Thiago Duarte Peixoto, de São Paulo, o goleiro Gatito Fernandez, bastante irritado, chutou o aparelho eletrônico do árbitro de vídeo e praticamente destruiu o objeto, que ficou caído no chão, enquanto os atletas ainda saíam do gramado.

Os dois lances foram fundamentais para o resultado do jogo. A equipe carioca realmente não jogou bem, mas teve a chance de diminuir o marcador no final do primeiro tempo e no começo do segundo, abrindo possibilidades reais de um empate.

No primeiro gol anulado, o árbitro de vídeo, comandado hoje por Jose Claudio Rocha Filho, também de São Paulo, assinalou impedimento de Rhuan, que participou da jogada e realmente estava em posição ilegal. No entanto, no segundo, a discussão acontece pois o VAR chamou o juiz da partida ao ver uma falta de Babi em Patrick, situação que aconteceu bem antes de Bruno Nazário estufar as redes do goleiro Marcelo Lomba.

As anulações foram comentadas por Nazário, após o jogo. "Eu não vi, depois tirarei a conclusão. É complicado, prejudica, sem palavras, temos que trabalhar e nos esforçar para o próximo jogo", disse o meia em entrevista ao canal Premiere.

Na próxima rodada, o Fogão enfrenta o Coritiba, então lanterna do principal torneio nacional, e mais um resultado negativo pode dificultar esse início de trajetória da equipe comandada pelo técnico Paulo Autuori.

Futebol