PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Após final sem público, Ander Herrera diz: 'jogar sem torcida é uma m...'

Ander Herrera, meio-campista do PSG - BERTRAND GUAY / AFP
Ander Herrera, meio-campista do PSG Imagem: BERTRAND GUAY / AFP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/08/2020 00h01

O meio-campista Ander Herrera, do PSG, lamentou o fato de ter jogado sem público a reta final da Liga dos Campeões da Europa. O jogador afirmou que foi uma sensação horrorosa, mas diz acreditar que o futebol teve um papel importante para as pessoas que sofreram com a pandemia do Coronavírus

"Jogar sem torcida é uma m****. É horrível. Para mim, os torcedores são os reis desse esporte, a coisa mais importante do futebol. Futebol sem torcida é nada. Minha opinião. Espero que todo mundo perceba isso. Futebol é para o torcedor. Sem ele, não somos nada", declarou o jogador após a derrota de seu time na final da Champions League para o Bayern de Munique por 1 a 0.

"Lógico que esse negócio tem que continuar. É um grande negócio. Mesmo para pessoas que estavam sofrendo, assistir a uma partida de futebol foi uma coisa boa. Torço para que a gente resolva essa situação da melhor maneira possível, primeiro para a segurança de todos, mas também porque amamos futebol e futebol com torcida", completou Herrera.

O meio-campista avaliou que o grande erro do PSG foi desperdiçar oportunidades claras de gol. Herrera entende que falhas assim sempre são punidas por grandes times como o Bayern de Munique.

"Nós fizemos o que podíamos para ganhar o jogo, criamos duas ou três grandes oportunidades no primeiro tempo, mas não marcamos. Depois disso, sabíamos que poderia acontecer o que aconteceu eventualmente - eles marcaram. E, mesmo depois disso, nós criamos duas ou três chances, mas ninguém vai se lembrar disso, para ser honesto", complementou.

Por fim, Herrera admitiu que ficará mal com a derrota por alguns dias, mas afirmou que o vice-campeonato pode trazer lições preciosas ao PSG.

"Quando perdemos, nós ficamos f******* alguns dias, mas quando perdemos do jeito que perdemos podemos tirar várias lições para melhorarmos. Fizemos uma Champions League fantástica, uma temporada fantástica: ganhamos quatro títulos, perdemos o último", completou.

Futebol