PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter faz gol cedo, segura Atlético-MG e vence para assumir liderança

Jeremias Wernek e Thiago Fernandes

Do UOL, em Porto Alegre e Belo Horizonte

22/08/2020 20h52

Deu Internacional no duelo com cara de decisão pela liderança do Campeonato Brasileiro. Hoje, no estádio Beira-Rio, o time de Eduardo Coudet abriu o placar no início do jogo e depois resistiu à pressão do Atlético-MG: 1 a 0 para o time gaúcho, primeiro colocado e à espera da partida entre Vasco e Grêmio, no Rio de Janeiro. O time cruz-maltino briga pelo topo da tabela.

O gol do jogo foi de Thiago Galhardo, aos 7 minutos do primeiro tempo.

Com isso, o Inter chega a 12 pontos. O Galo para nos nove pontos, em terceiro. O Vasco é vice-líder nos critérios e com uma partida a menos.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Botafogo — partida agendada para sábado (29), às 16h (horário de Brasília), no Rio de Janeiro.

O Atlético-MG joga as finais do Campeonato Mineiro contra a Tombense, quarta-feira e domingo. No Brasileiro, o Galo volta em 3 de setembro diante do São Paulo, no Mineirão.

Quem foi bem: Thiago Galhardo

Inter abre o placar com Thiago Galhardo

Gols UOL Esporte

Camisa 17 do Inter segue em escalada dentro do time. Inteligente no lance do gol, foi ativo durante toda a partida. Chegou a oitava bola na rede na temporada e o status de vice-artilheiro do time. Importantíssimo na ausência de Paolo Guerrero, lesionado.

Quem decepcionou: Keno

Indicado por Sampaoli, o atacante teve dificuldade para criar pelos lados e também concluir. Ex-Palmeiras, Keno engata sequência negativa no Atlético-MG ao somar jogo em Porto Alegre com desempenho diante do Botafogo. A atuação fraca culminou com substituição cedo.

Sasha joga todo segundo tempo. Com dois dias de treino

Anunciado no início da semana como novo reforço do Atlético-MG, Eduardo Sasha precisou de apenas dois dias de treinos com o elenco comandado por Jorge Sampaoli para participar de 45 minutos de uma partida do time. O atacante de 28 anos foi acionado no intervalo do duelo para entrar na vaga de Marrony. A segunda vez contra o antigo clube, no Beira-Rio.

Inter monta armadilha no início

O Inter abriu o jogo com pressão e aposta na mobilidade do ataque, órfão de Paolo Guerrero.

Ao que tudo indica, a estratégia de começar a partida em alta intensidade fez parte do cenário sem o peruano. Na ausência da referência, o Inter abriu o placar antes dos 10 minutos com Thiago Galhardo, e depois aceitou a posse de bola do Atlético-MG passivamente. À espera de espaço para contra-atacar com a velocidade de Marcos Guilherme. O problema é que o time gaúcho não conseguiu conectar com o camisa 23, discreto no duelo.

Na etapa final a armadilha ficou bem perto do próprio Inter. Pressionado, o time de Eduardo Coudet teve de mudar. Musto foi para campo dar consistência no centro e mais tarde, D'Alessandro.

Atlético-MG falha, mesmo com formação diferente

Jorge Sampaoli montou 3-4-1-2 para atacar os lados e criar a partir dali. Não conseguiu.

Mariano e Arana foram autorizados a atacar, amparados pelos três homens na zaga. Mas nem eles e muito menos os meias/volantes Jair e Allan acharam espaços. Hyoran até flutuou bem entre as linhas, mas pecou ao não ser vertical. Resultado: nenhuma finalização no gol do Inter até o intervalo. E mudanças no intervalo. Com Marquinhos e Sasha, o Galo foi mais agudo. Chegou a empilhar conclusões, um atrás do outro, mas esbarrou na defesa do Internacional.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 ATLÉTICO-MG

Data e hora: 22/08/2020, às 19h (de Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Horário: às 19h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Daniel Lins Marques e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Cartão amarelo: Marcos Guilherme (INT); Jair, Junior Alonso, Jorge Sampaoli (CAM)
Gols: Thiago Galhardo, aos 7 minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Boschilia (D'Alessandro) e Patrick (Rodrigo Moledo); Thiago Galhardo (Peglow) e Marcos Guilherme (Damián Musto)
Técnico: Eduardo Coudet

ATLÉTICO-MG: Rafael; Igor Rabello (Franco), Réver e Junior Alonso; Mariano, Jair (Eduardo Sasha), Allan, Guilherme Arana; Hyoran (Bruno Silva); Keno (Savarino) e Marrony (Marquinhos)
Técnico: Jorge Sampaoli

Futebol