PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Luxa diz que Palmeiras precisa ajudar Luiz Adriano: "diferente do Paulista"

Do UOL, em São Paulo

13/08/2020 04h00

Luiz Adriano fez os dois últimos gols do Palmeiras, tornou-se um dos artilheiros de 2020 e começou a ganhar destaque como principal arma ofensiva da equipe. Decisivo na final do Paulista, o camisa 10 teve as principais chances do Verdão contra o Fluminense: na primeira marcou e na segunda mandou para fora com perigo. Para Vanderlei Luxemburgo, o time agora precisa encontrar formas de aproveitar melhor a boa fase do centroavante.

"Ele é um jogador que define, mas precisa de mais gente que enfie a bola para ele. O Campeonato Brasileiro é diferente do Paulista, são jogos mais difíceis e temos de nos preparar. Se der a bola na frente do gol, ele coloca para dentro. Mas tem que colocar ele na frente do gol", analisou o treinador.

O Palmeiras apresenta ao longo da temporada uma dificuldade para criar perigo da forma que Luxemburgo deseja, tendo a bola. Como resultado, a equipe passou a tentar se aproveitar de jogadas mais rápidas, com menos posse. Foi desta forma que Luiz Adriano marcou ontem (12): após desarme de Vitor Hugo em Fred, Zé Rafael rapidamente tocou para o camisa 10, que finalizou bem.

Desde o mata-mata do Campeonato Paulista, o Palmeiras tem jogado na maioria das vezes com um meio-campo sem armadores de ofício, que entram no decorrer dos jogos. Contra o Fluminense, Raphael Veiga teve chance entre os titulares, mas não conseguiu servir Luiz Adriano, como deseja o técnico.

Lucas Lima entrou e criou a outra chance clara para o atacante, com um bom passe, que terminou com a finalização à esquerda do gol de Muriel. O camisa 20, porém, é mais um jogador irregular e quando teve chance entre os 11 iniciais deixou a desejar.

Luxemburgo terá dois dias de trabalho para encontrar formas de municiar melhor Luiz Adriano, agora com oito gols na temporada e artilheiro do Palmeiras em 2020, junto de Willian. Com o calendário apertado, essas atividades devem ter mais ênfase na recuperação de atletas, mas o acerto tático é importante, porque o Verdão receberá no sábado (15) o Goiás, no Allianz Parque. A tendência é o rival deixar a bola com os donos da casa, que não apresentaram ainda grande repertório para criar perigo assim.

Futebol