PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Inter atende Coudet, aumenta opções na frente e evita improvisação de D'Ale

Thiago Galhardo é uma das opções de ataque do Internacional - Ricardo Duarte/Inter
Thiago Galhardo é uma das opções de ataque do Internacional Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

12/08/2020 13h33

Classificação e Jogos

O Internacional está atendendo Eduardo Coudet. Com a chegada de Yuri Alberto e a recuperação de Pottker, deu ao treinador alternativas para montar seu modelo de jogo ideal. E, de quebra, tirou a necessidade de improvisação de D'Alessandro.

Sem a quantidade esperada de opções para frente, Coudet abriu a temporada com o camisa 10 como segundo atacante. Ao lado de Guerrero, D'Ale tinha obrigações que não o acompanharam sempre. A frequência na área e os movimentos para abrir espaço soam estranhos ao jogador que ganhou fama pela habilidade com a bola nos pés e a conhecida qualidade em dar assistências.

D'Alessandro oscilou. Teve boas atuações como segundo homem de frente, e jogos em que acabou preso e prejudicado pelo combate físico com os zagueiros, normalmente mais fortes do que ele. Acabou, aos poucos, dando lugar a Galhardo no time.

Mas para manter uma dupla de jogadores fixos na frente, Coudet precisava de opções. Em uma entrevista coletiva, o treinador chegou a afirmar que gostaria de jogar com dois centroavantes, mas para isso precisava de ao menos três disponíveis. O ideal seria quatro.

A direção trabalhou e atendeu o pedido. Ainda que Gustavo e Netto tenham ido embora, Yuri Alberto chegou e Pottker se recuperou das lesões que o acompanharam no ano passado. Agora, além do peruano e de Galhardo, Pottker e Yuri darão sustentação, sendo acompanhados ainda por Guilherme Pato e Peglow, que vivem o primeiro ano no principal.

A direção ainda avalia o mercado e poderá investir em mais um atacante.

Assim, D'Ale passará a ser opção para mudar cenários de jogos, centralizado ou aberto nas funções do meio-campo. Sarrafiore, que também é originalmente meia e foi improvisado mais para frente, passará por processo semelhante no time.

O Internacional encara o Santos, amanhã, pela segunda rodada do Brasileiro. Yuri ainda não tem condições legais para estrear.

Internacional