PUBLICIDADE
Topo

Liga dos Campeões 2019/2020

Por que Juve vive um trauma que nem CR7 tem conseguido resolver

Cristiano Ronaldo, da Juventus, lamenta gol do Lyon - Valerio Pennicino
Cristiano Ronaldo, da Juventus, lamenta gol do Lyon Imagem: Valerio Pennicino

Do UOL, em São Paulo (SP)

08/08/2020 04h00

A Juventus venceu o Lyon ontem (7), por 2 a 1, em Turim, mas pelo critério do gol qualificado fora de casa, acabou eliminada nas oitavas de final da Liga dos Campeões — o jogo de ida foi vencido pela equipe francesa por 1 a 0. Com isso, a equipe dirigida por Maurizio Sarri adiou em mais um ano o sonho de conquistar a principal competição internacional.

O time italiano conquistou a Champions pela última vez na temporada 1995/96, ou seja, há mais de 24 anos sem saber o que é levantar este título. Além disso, a 'Velha Senhora' é a equipes que mais amarga vice-campeonatos na competição: são sete.

Os mais recentes são contra o Real Madrid, na temporada 2016/17, quando acabou derrotada por 4 a 1, e contra o Barcelona, na temporada 2014/15, dessa vez derrotada por 3 a 1.

Para esta temporada, a Juventus desembolsou 75 milhões de euros (cerca de R$ 480 milhões na cotação atual) para contratar o zagueiro Matthijs de Ligt e trouxe o lateral brasileiro Danilo, além dos meias Adrien Rabiot e Aaron Ramsey (ambos livres no mercado). Também chegaram as promessas Luca Pellegrini (ex-Roma), Cristian Romero (ex-Genoa) e Merih Demiral (ex-Sassuolo).

Mesmo com Cristiano Ronaldo, o maior artilheiro da história da Champions, desde a temporada passada em seu plantel, a equipe não conseguiu atingir o objetivo máximo da temporada europeia.

Apesar de ser dominante na Itália há muitos anos, a Juventus não se satisfaz com os títulos nacionais e ainda sonha com a Europa. O objetivo seguirá sendo o título da Liga dos Campeões. Após a eliminação para o Lyon, o presidente do clube Andrea Agnelli fez questão de acabar com os rumores de que Cristiano Ronaldo poderia se transferir para o Paris Saint-Germain na próxima temporada.

"Cristiano Ronaldo no PSG? Ele vai ficar aqui com a gente. Eu tenho certeza que ele também jogará pela Juventus a próxima temporada", disse o dirigente à Sky Sports italiana.