PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Criativo e veloz: Há 4 anos chegava o camisa 10 do Liverpool, Mané

Mané comemora gol do Liverpool pelo Campeonato Inglês  - Andrew Powell/Liverpool FC via Getty Images
Mané comemora gol do Liverpool pelo Campeonato Inglês Imagem: Andrew Powell/Liverpool FC via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

28/06/2020 04h00

No dia 28 de junho de 2016, Sadio Mané era contratado pelo inglês Liverpool. O atacante foi comprado por mais de 30 milhões de libras, em um contrato de 5 anos. Antes de jogar no clube, o senegalês passou por Metz (França), Red Bull Salzburg (Ásutria) e Southampton, onde se destacou na Inglaterra pela primeira vez e atraiu olhares de grandes europeus.

Mané começou a chamar atenção Red Bull Salzburg. Ele marcou 45 vezes pelo clube e foi bicampeão do Campeonato Austríaco e da Copa da Austria. Depois, foi contratado pelo Southampton por 23 milhões de euros. No clube do sul da Inglaterra, atuou em 75 partidas, marcou 25 gols e deu 14 assistências, se tornando o artilheiro da equipe na última temporada em que defendeu o clube.

Quando chegou ao Liverpool, Mané vestiu a camisa 19 — ele só ganharia a 10 após a saída de Philippe Coutinho. No clube vermelho, o atleta se tornou chave para as conquistas da Supercopa da UEFA, do Mundial de Clubes da Fifa, da tão sonhada Champions League e da conquista mais recente, a Premier League de 2019/2020.

A velocidade e habilidade de Mané o fizeram se tornar o sexto jogador mais rápido a marcar 50 gols no Campeonato Inglês. Ao todo, foram 163 partidas pelo Liverpool, 78 gols e 34 assistências e quatro títulos conquistados, sendo um dos principais jogadores dos Reds.

Futebol