PUBLICIDADE
Topo

Itair Machado emitiu notas que somam R$ 6 milhões a receber do Cruzeiro

Itair Machado ocupou a vice-presidência de futebol do Cruzeiro na gestão sob investigação do MPMG - Vinnicius Silva/Cruzeiro
Itair Machado ocupou a vice-presidência de futebol do Cruzeiro na gestão sob investigação do MPMG Imagem: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

25/06/2020 19h03

Itair Machado foi vice-presidente de futebol do Cruzeiro entre 1º de janeiro de 2018 e 10 de outubro de 2019. No período, pode ter embolsado até R$ 6.096.214,49 somente com notas fiscais emitidas por suas empresas.

Conforme as contas do clube mineiro, o dirigente recebeu por meio da Futgestão R$ 3.279.118,00. No entanto, a sua empresa emitiu notas fiscais que somam R$ 6 milhões a receber da agremiação.

Em fevereiro de 2018, Itair Machado de Souza assinou contrato de prestação de serviços como vice-presidente de futebol do Cruzeiro por meio de sua empresa, Futgestão Assessoria e Consultoria Esportiva Ltda. O acordo previa o pagamento de R$ 540 mil por serviços prestados ao clube entre outubro e dezembro de 2017, período anterior ao início do mandato.

O pagamento do montante foi feito em fevereiro de 2018. Para autorizá-lo, Wagner Pires de Sá assinou termo de excepcionalidade contendo aviso de risco de auditoria interna por se tratar de período anterior ao seu mandato.

O contrato celebrado com a Futgestão previa pagamentos de R$ 180 mil pelos serviços de Itair Machado como vice-presidente de futebol. Ele passou a receber R$ 202,5 mil a partir de julho de 2018.

Em maio de 2019, o ex-dirigente foi agraciado com três cheques que somam R$ 340 mil por causa das premiações de Brasileirão 2018 e Campeonato Mineiro 2019.

O clube mineiro, por sua vez, move ações contra os ex-dirigentes. Wagner Pires de Sá já foi acionado e Itair Machado também será alvo de um processo do clube na justiça.

Cruzeiro