PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Bota e Flu veem vitória nos bastidores e protestarão em volta ao futebol

Datas impostas pelo STJD estão mais próximas do que Bota e Flu desejavam do que a Ferj - Thiago Ribeiro/AGIF
Datas impostas pelo STJD estão mais próximas do que Bota e Flu desejavam do que a Ferj Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Bruno Braz e Caio Blois

Do UOL, no Rio de Janeiro

24/06/2020 04h00

Não era o que eles queriam, mas Botafogo e Fluminense consideraram que, no cabo de guerra com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), a corda cambou mais para o lado deles. Conformados em entrar em campo, os clubes agora planejam protestos para cumprir as rodadas que restam da Taça Rio, a começar neste fim de semana.

Ontem (22) à tarde, a Ferj, para se antecipar, decidiu por não esperar a definição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e publicou a tabela com o restante das partidas da 4ª e da 5ª rodadas com os jogos começando a partir de sábado (27), mais precisamente com o duelo entre o Alvinegro e a Cabofriense.

Porém, pouco tempo depois, o STJD emitiu um comunicado deferindo parcialmente a ação da dupla e determinando a retomada da competição a partir do dia 28, o que fez o jogo do Botafogo ser adiado em um dia.

Desta maneira, o cenário se tornou muito mais próximo do que o Alvinegro e o Tricolor desejavam do que a Ferj. A dupla sempre quis retomar o futebol em julho. Já a federação, inicialmente, marcou o retornou destes clubes para o dia 22 de junho.

Após várias tentativas de acordo, entre arbitrais e audiências no STJD, eles decidiram ceder um pouco, com o Fluminense jogando nos dias 30 de junho e 3 de julho, e o Botafogo atuando dias 1º e 4 de julho, algo que a federação não concordou.

Com a chancela da STJD ontem, o Alvinegro agora entrará em campo apenas dois dias antes da data que aceitaram iniciar a retomada.

Protestos

O Botafogo já prepara uma série de protestos para o jogo de domingo contra a Cabofriense. A equipe atuará com o uniforme negro e menções tanto às manifestações contra o racismo quanto aos profissionais da saúde que estão no combate à Covid-19.

Na frente da camisa estará a frase "Vidas Negras Importam". Já nas costas a mensagem que estampará o uniforme será "Obrigado, profissionais da linha de frente contra a Covid-19". Outras ações também estão sendo planejadas.

No Fluminense, na semana passada, os jogadores já haviam emitido um comunicado oficial informando que jogarão sob protesto. Já a diretoria estudará ações a partir de hoje (24), uma vez que a definição da rodada foi feita após o treinamento de ontem (23).

Futebol