PUBLICIDADE
Topo

Mauro: "CBF soltou cartilha quando já tem time treinando há três semanas"

Do UOL, em São Paulo

12/06/2020 04h00

A Confederação Brasileira de Futebol anunciou na última semana o seu protocolo para o retorno do futebol no Brasil, ação que só ocorreu depois de clubes como Flamengo, Grêmio e Internacional já terem voltado aos treinos e haver até a negociação de data para que os jogos aconteçam nos campeonatos estaduais.

No podcast Posse de Bola #36, o jornalista Mauro Cezar Pereira critica o atraso da CBF em apresentar o protocolo, além de não haver uma centralização e ações em conjunto com os próprios clubes e as federações estaduais em relação ao período em que houver a possibilidade de realizar os jogos de futebol no país.

"A CBF só agora, no final de semana, divulgou uma cartilha que deveria existir desde o começo. 'Olha, esse é o nosso plano. Quando vão colocar o bloco na rua? Aí vamos esperar um momento, mas é isso aqui, o padrão é isso aqui e vamos que vamos, mas não agora, calma aí, pessoal'. Na hora certa, aperta o botão e toca o barco", afirma Mauro Cezar (disponível no vídeo acima a partir de 9:01).

"Agora que a CBF soltou, quando já tem o Flamengo treinando há três semanas, o Coritiba, os demais paranaenses — só o Rio Branco e o Londrina não retomaram as atividades — e os gaúchos, vai fazer um mês agora que estão treinando. Os mineiros treinam também há cerca de três semanas, é uma piada, agora que a CBF vai montar a sua cartilha. Está todo mundo com o bloco na rua", completa o jornalista.

Mauro reforça que a entidade falhou ao não ter feito desde a paralisação dos campeonatos uma programação com protocolos em discussões com os clubes, as federações e as autoridades públicas em relação às condições da pandemia do novo coronavírus e a possibilidade de realizar jogos de futebol.

"Era para ter sido feito há mais tempo e tentar uniformizar essa questão do retorno, discutindo, ou se não for uniformizar, discutindo junto com as federações e com os clubes a situação de cada Estado, onde já é possível voltar, onde não é possível ainda", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol