PUBLICIDADE
Topo

Felipão diz que título da Libertadores-99 abriu portas internacionais

Luiz Felipe Scolari, treinador campeão da Libertadores de 1999 com o Palmeiras - Evelson de Freitas/Folhapress
Luiz Felipe Scolari, treinador campeão da Libertadores de 1999 com o Palmeiras Imagem: Evelson de Freitas/Folhapress

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/05/2020 18h10

Durante a reprise da final da Copa Libertadores de 1999, Felipão, treinador que comandou o Palmeiras na campanha do título, afirmou que a conquista naquele ano foi fundamental para que ele tivesse portas abertas no cenário internacional nos anos anos seguintes.

Após ser campeão com o Palmeiras, Luiz Felipe Scolari passou pelo Cruzeiro entre 2000 e 2001 e seguiu para a seleção brasileira, onde seria campeão mundial em 2002.

"Eu penso que o título de campeão da Libertadores pelo Palmeiras foi muito importante na minha carreira. Eu já tinha obtido o título com o Grêmio, mas no Palmeiras era o primeiro título do clube e representou muito na minha carreira, me abrindo portas para o cenário internacional. Eu 'cimentei' minha carreira com aquele título, tive a oportunidade de crescer a partir dali", declarou o treinador.

Além da participação de Felipão, a transmissão da partida contou com a presença dos campeões Alex, Oséas e Paulo Nunes - este como comentarista, de sua casa.

Para Alex, um dos destaques da campanha, a competição serviu como afirmação. O ex-meia avaliou que alternou bons e maus momentos em seus dois primeiros anos com a camisa do Palmeiras, e que se tornou protagonista a partir da Libertadores de 1999.

"Para mim, foi a afirmação. Cheguei no Palmeiras dois anos antes. Vivi um período de altos e baixos. E, aos poucos, ia confirmando minha condição de ser importante para o grupo. E veio a afirmação com participação decisiva em jogos importantes", declarou.

Cléber Machado comandou a transmissão ao lado de Casagrande, nos estúdios da TV Globo. Galvão Bueno também marcou presença com um depoimento gravado de sua casa.

UOL Esporte vê TV