PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar vê desgaste de imagem de Fla e Vasco após visita a Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

22/05/2020 04h00

A polêmica visita de dirigentes de Flamengo e Vasco ao presidente da República, Jair Bolsonaro, com a retomada do futebol em pauta, pode comprometer a imagem dos dois clubes do Rio de Janeiro. Essa é a opinião de Mauro Cezar Pereira sobre o assunto que dominou as manchetes esportivas na semana. O blogueiro do UOL Esporte deu seus pitacos no "Fala, Maurão", vídeo gravado todas as quintas-feiras e publicados no Facebook, no Instagram e no Twitter do UOL Esporte.

"A presença de Rodolfo Landim [presidente do Flamengo], junto com o presidente do Vasco, Alexandre Campello, em Brasília, causou espécie, causou revolta, inclusive, com muros pichados na sede da Gávea. Isso porque Jair Bolsonaro vê a sua popularidade despencar por conta de seu comportamento, de suas reações, de suas declarações diante da pandemia do coronavírus. Nesse contexto todo, evidentemente que qualquer um que se associe ao presidente da República acaba pagando o preço", comentou Mauro Cezar.

"Nesse cenário, isso não poderia ter uma boa repercussão. Especialmente porque eles foram para para defender a volta do futebol, no momento em que o futebol brasileiro se mostra inviável, em razão do crescimento da curva dos números de casos e de óbitos", acrescentou o blogueiro do UOL Esporte.

"Essa situação desgasta o Flamengo. Coloca o Vasco também numa situação desconfortável. Mais o Flamengo, porque é o que insiste mais para voltar na marra, treinando sem autorização do município e do governo do Estado. Isso tudo gera um desgaste. Coloca o Flamengo no olho do furacão", concluiu o jornalista em sua análise.

O blogueiro ainda comentou no quadro "Fala, Maurão" a punição da Fifa imposta ao Cruzeiro, que perde pontos preciosos na largada da Série B do Brasileirão, e fala sobre a indefinição de calendário na Champions League — quem serão os times mais prejudicados?

Futebol