PUBLICIDADE
Topo

Retorno de jogadores a treinos é responsabilidade de dirigentes, diz Witzel

Governador do RJ pediu ainda cuidados a jogadores contra o coronavírus - Divulgação/Flamengo
Governador do RJ pediu ainda cuidados a jogadores contra o coronavírus Imagem: Divulgação/Flamengo

Do UOL, em São Paulo

21/05/2020 17h29

O governador Wilson Witzel adotou um tom brando e "liberou" os treinos do Flamengo, ainda que as medidas restritivas vigorem no Estado do Rio de Janeiro durante a pandemia da Covid-19.

Em entrevista à "CNN", Witzel disse não ser contra o retorno e repassou a responsabilidade para os clubes. O governante, no entanto, não havia incluído essas atividades em seu último decreto sobre atividades essenciais. A quarentena está vigente até o dia 31 de maio.

"É uma questão que desde o começo gerou polêmica. O que eu disse que sou contra são os treinos sem preocupação dos dirigentes. Da mesma forma como os atletas vão ter a preocupação dos dirigentes, a responsabilidade é deles", disse.

O governador reforçou que esta decisão está na mão dos clubes, o que contraria seu próprio decreto de isolamento:

"Os atletas têm de estar protegidas, a carreira é deles. A decisão tem de ser das entidades associativas. Nunca fui contra, só não pode ter plateia. Nunca fui contra o Famengo jogar de novo, muito menos o Fluminense, o Vasco e o Botafogo. Responsabilidade é dos clubes com seus atletas".

Futebol