PUBLICIDADE
Topo

'Saí da zona de conforto', diz Felipe Melo sobre mudança para zaga

Felipe Melo, do Palmeiras, em jogo contra o Ituano pela primeira rodada do Campeonato Paulista - Cesar Greco
Felipe Melo, do Palmeiras, em jogo contra o Ituano pela primeira rodada do Campeonato Paulista Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

14/05/2020 22h15

Uma das primeiras medidas de Vanderlei Luxemburgo ao assumir o Palmeiras no início de 2020 foi recuar Felipe Melo para a zaga. O jogador admitiu que o treinador o tirou de sua zona de conforto com a decisão, mas ressaltou que tem gostado do desafio e aprendido muito.

"É um desafio novo. Para cada novo desafio, eu me torno uma criança, cheio de esperança, de novos sonhos. Todo desafio é muito bom. A gente sai da zona de conforto. E me tirou da zona de conforto. Eu dominava muito bem o centro do campo, agora eu recuo e é muito difícil, não é fácil jogar como zagueiro, requer muita atenção, senso tático, não dá para errar. Tem sido muito bom, eu tenho gostado muito e agradeço aos companheiros que têm me ajudado. E estou crescendo com os companheiros", disse, em entrevista ao SportSCenter, da ESPN Brasil, hoje.

Posicionamento do Palmeiras na pandemia

Felipe Melo ainda falou sobre a posição do Palmeiras em meio à crise econômica por que passam os clubes de futebol. O atleta se disse orgulhoso por ver que o clube se esforçou para manter todos os funcionários, ainda que isso tenha custado uma redução salarial ao departamento de futebol.

"É triste ver uma história jogada pelo ralo de forma tão triste, como temos visto no noticiário. E dentro desse cenário, o Palmeiras se tornou uma referência, um clube que não mandou ninguém embora - assim como outros. Temos que ver que é o momento de ajudar os que ganham menos que a gente. Cada um dentro do que pode. [...] O momento é de ajudar. E o Palmeiras olhou para os funcionários. E Fazer parte desse clube tem me dado muito orgulho", completou.

UOL Esporte vê TV