PUBLICIDADE
Topo

Uefa muda Eurocopa para 2021 e adia final da Liga dos Campeões

Taça da Eurocopa em exposição no dia do lançamento do logo da competição, em 2016 - Dan Istitene/Getty Images
Taça da Eurocopa em exposição no dia do lançamento do logo da competição, em 2016 Imagem: Dan Istitene/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

17/03/2020 09h35Atualizada em 17/03/2020 13h23

Classificação e Jogos

A Uefa decidiu mudar a Eurocopa para 2021 e adiou a final da Liga dos Campeões devido à pandemia do novo coronavírus.

O anúncio foi feito hoje durante uma videoconferência com associações nacionais, clubes, ligas e representantes de jogadores, para definir a programação dos torneios e medidas para reduzir os prejuízos com o adiamento dos torneios.

A Eurocopa acontecerá de 11 de junho a 11 de julho do ano que vem. Só com esse torneio, a Uefa estima um prejuízo de R$ 1,6 bilhão e pedirá aos campeonatos nacionais que assumam parte do prejuízo junto à instituição.

A Liga dos Campeões também teve a sua final adiada. A data prevista para a decisão, que será realizada em Istambul, será em 27 de junho, três dias depois da Liga Europa (24).

Os playoffs da Eurocopa e amistosos internacionais programados para o final de março serão disputados no início de junho, data que ainda pode ser revista.

"A saúde de todos os envolvidos no jogo é a prioridade, além de evitar um aumento nos serviços públicos nacionais envolvidos na realização de partidas. A mudança ajudará a concluir todas as competições domésticas, atualmente suspensas devido à emergência da covid-19", disse a organização em um comunicado.

Esta decisão radical parecia inevitável devido à propagação do coronavírus na Europa, novo epicentro da pandemia que se originou na China em dezembro. Na Itália, onde seria disputada a partida de abertura da Eurocopa, em Roma em 12 de julho, o vírus já deixou mais de 2.000 mortos. A Espanha, outro país-sede, soma 500 mortes.

Com o adiamento de um ano da 16ª edição da Eurocopa, organizada a cada quatro anos sem exceção desde 1960, a Uefa diz que tentará cumprir o cronograma de competições como a Liga da Europa e a Liga dos Campeões.

No sábado, a entidade já havia suspendido todos os jogos desta semana dos dois torneios, assim como as partidas das quartas de final dos mesmos, previstas para o dia 20 de março.

A Uefa anunciou também a criação de um grupo de trabalho com representantes dos campeonatos e dos clubes para "analisar soluções em matéria de calendário que permitam a conclusão da temporada em andamento".

Em comunicado, o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noël Le Graët, elogiou a decisão "sabia e pragmática" da Uefa, que permite "tentar terminar os campeonatos nacionais profissionais e amadores que poderão ser prolongados até junho". A Associação Europeia de Clubes (ECA) apoiou a decisão da Uefa. Os grupos nacionais de torcedores, representados pela rede Football Supporters Europe (FSE), também concordaram com a decisão.