PUBLICIDADE
Topo

Com Messi apagado, Griezmann salva Barça em empate diante do Napoli

Antoine Griezmann abraça Messi em comemoração de gol do Barcelona contra o Napoli pela Liga dos Campeões - Guglielmo Mangiapane/Reuters
Antoine Griezmann abraça Messi em comemoração de gol do Barcelona contra o Napoli pela Liga dos Campeões Imagem: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Do UOL, em São Paulo

25/02/2020 18h55

Classificação e Jogos

O Barcelona arrancou o empate diante do Napoli fora de casa, na tarde de hoje, e garantiu que o 1 a 1 deixe o time em vantagem para a partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. O gol fora de casa, valioso na volta, foi anotado por Griezmann, já no segundo tempo, enquanto o placar foi aberto logo no início do jogo pelo belga Dries Mertens.

A partida representou um marco importante para Mertens, que completou 121 gols com a camisa do clube e igualou o eslovaco Hamsik como maior artilheiro do Napoli.

A semana anterior à partida teve em evidência dois assuntos sem qualquer relação entre si: Messi e o surto de covid-19 na Itália. Sobre o primeiro, o nome do craque foi constantemente citado por ser a sua primeira vez no Estádio San Paolo, palco onde Maradona fez história com a camisa do Napoli.

Apesar da alta expectativa em torno do camisa 10 do Barça, a atuação de Messi foi apagada. Antoine Griezmann foi o nome ofensivo da equipe catalã.

Já o outro assunto trata da apreensão com a partida realizada em um país que se encontra em estado de alerta por causa da epidemia do novo coronavírus. Com o aumento do número de mortes, o comércio foi esvaziado e partidas de futebol, adiadas. Durante o jogo desta tarde, diversas pessoas usavam máscaras de proteção no San Paolo.

Barcelona pressiona de início, mas perde rumo

A partida iniciou morna, apesar da maior posse de bola por parte do Barcelona. O primeiro lance de perigo veio aos 8 minutos, com troca de passes entre Messi e De Jong na entrada da área do Napoli. O camisa 10 finalizou na meia-lua, mas a bola saiu por cima do travessão.

O time visitante seguiu avançando e pressionou um pouco mais. Outra chance de marcar surgiu aos 26, com arrancada de Messi pelo meio. O jogador procurou Griezmann na área, mas teve o arremate cortado por Manolas.

mertens - Ciro de Luca/Reuters - Ciro de Luca/Reuters
Mertens comemora com Insigne depois de anotar o gol do Napoli contra o Barcelona
Imagem: Ciro de Luca/Reuters

Brilho de Mertens apaga Barça

Aos 30 minutos, Zielinski tentou um passe pela direita, Firpo interceptou, perdeu, e a bola retornou ao jogador do Napoli; na sequência, ele rolou para Martens, que recebeu na entrada da área e abriu o placar para os donos da casa. O gol colocou o belga como maior artilheiro da história do clube.

Depois do gol, o Napoli cresceu diante do Barcelona na partida e pressionou o time catalão, que acabou atuando recuado no restante da primeira etapa.

Embalado, o Napoli deu outro susto na zaga do Barcelona aos 42: Manolas quase anotou o segundo, finalizando de primeira, mas a bola saiu à esquerda do gol.

Griezmann salva e Barcelona empata

O Barcelona alterou a postura no segundo tempo e já aos 11 minutos conseguiu igualar o placar. Semedo, pelo lado direito, cruzou rasteiro para Griezmann no meio, que finalizou de primeira e anotou o gol da equipe catalã. O Barça recuperou o ritmo e apresentou maior perigo ao longo da partida.

Ao fim do jogo, já aos 44 minutos, Vidal foi expulso após uma cabeçada sobre Mario Rui. Os dois se desentenderam em campo e acabaram amarelados — Vidal já havia levado cartão e, por isso, desceu mais cedo para o vestiário.

O Napoli ainda conseguiu um escanteio nos minutos finais, mas o árbitro marcou falta de Manolas em Umtiti.

As equipes se enfrentam no jogo de volta das oitavas da Champions em 18 de março, no Camp Nou, em Barcelona, às 17h (de Brasília).