PUBLICIDADE
Topo

Neymar volta com gol, mas Haaland brilha e Borussia sai na frente do PSG

Norueguês fez os dois gols do Borussia Dortmund e chegou a dez na Liga dos Campeões - DeFodi Images/Colaborador
Norueguês fez os dois gols do Borussia Dortmund e chegou a dez na Liga dos Campeões Imagem: DeFodi Images/Colaborador

Do UOL, em São Paulo

18/02/2020 18h49

Classificação e Jogos

O Borussia Dortmund deu um importante passo hoje para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa 2019/2020. Em partida de ida das oitavas da competição, o time alemão recebeu o Paris Saint-Germain no Signal Iduna Park e venceu por 2 a 1, graças a dois gols da sensação Erling Haaland. Com dez gols, o norueguês é divide a artilharia da Champions com Robert Lewandowski, do Bayern de Munique.

A partida marcou o retorno aos gramados de Neymar, que havia se lesionado no começo do mês em partida do Campeonato Francês. Em campo, mostrou disposição para criar jogadas, e acabou premiado com um gol no segundo tempo. Ainda assim, foi insuficiente para neutralizar os donos da casa.

Agora, os dois times voltam a se enfrentar pelas oitavas da Champions no dia 11 de março. A partida acontece no Parc des Princes, em Paris. Para avançar, o PSG precisa vencer por 1 a 0, beneficiando-se do gol marcado fora de casa, ou por qualquer vitória por dois ou mais gols de diferença. O Dortmund avança com vitória, empate ou derrota por um gol de diferença, desde que marque pelo menos dois gols.

Neymar, entre chances e faltas

Logo aos 10 minutos de jogo, Neymar teve boa chance em falta da intermediária — na cobrança, o camisa 10 mandou perigosamente rente à trave esquerda do goleiro Roman Burki. Aos 19, sofreu falta dura de Emre Can no meio-campo e se levantou mancando, cabisbaixo; porém, um minuto depois, mostrou-se recuperado e ajudou o PSG a puxar um contra-ataque com Layvin Kurzawa pela esquerda.

No começo do segundo tempo, logo aos 14 minutos, Neymar se enroscou com Axel Witsel e levou cartão amarelo por acertar o rosto do belga. Depois, criou boas chances com Kylian Mbappé, aos 19, e Ángel di María, aos 20. Mais tarde, aos 30, recebeu o passe de Kylian Mbappé e fez o gol dos visitantes. Aos 35, quase empatou de novo a partida, mas acertou a trave após bobeada da defesa aurinegra.

Brasileiro voltou a campo após lesão e fez o gol do PSG na Alemanha - Stuart Franklin/Equipe
Brasileiro voltou a campo após lesão e fez o gol do PSG na Alemanha
Imagem: Stuart Franklin/Equipe

Borussia Dortmund toma conta do jogo

Ainda aos 20 minutos do primeiro tempo, livre, Emre Can recebeu belo passe de Achraf Hakimi pela direita, mas acabou desarmado em cima da hora por Marco Verratti. Melhor em campo naquele momento, o time alemão assustou duas vezes logo depois: aos 22, Mats Hummels cabeceou por cima do gol, em lance no qual a arbitragem depois assinalaria impedimento, e aos 25, no cruzamento rasteiro de Jadon Sancho pela esquerda que Keylor Navas saiu para encaixar.

Em grande chance aos 26, Sancho bateu pela esquerda da entrada da área e só não marcou porque Navas fez grande defesa. Acuado, o time francês demorou a começar esboçar reação, arriscando-se em arrancadas de Ángel di María ou Neymar pouco antes do intervalo.

No começo do segundo tempo, a pressão do Dortmund quase vira gol: logo aos 6 minutos, Erling Haaland roubou a bola de Presnel Kimpembe, avançou pela direita em direção à área e só não bateu para o gol porque foi desarmado em cima da hora Thiago Silva.

PSG reage, mas Dortmund chega ao gol

Layvin Kurzawa esboçou uma boa chance aos 16, quando se livrou da marcação na esquerda e tentou a inversão na direita do ataque. O passe, porém, não encontrou ninguém do outro lado do campo e saiu pela lateral.

Três minutos depois, veio a melhor chance francesa na partida até então. Kylian Mbappé tabelou pela direita com Neymar e saiu na cara do gol para chutar. O goleiro Roman Burki defendeu com o corpo e, na sobra, Neymar bateu para fora. Mais tarde, aos 20, o brasileiro tentou cruzar pela esquerda para Ángel di María, que não alcançou.

Mas no momento em que parecia sufocado, o Dortmund mostrou domínio de novo e chegou ao gol. Aos 23 minutos, Giovanni Reyna recebeu de Hakimi na área pela direita e tentou o chute; a bola bateu em Marquinhos e sobrou para Erling Haaland, que se jogou para empurrar para as redes.

Neymar deixa seu gol no retorno

Quando a situação parecia se definir para o Borussia Dortmund, o PSG chegou ao empate. Aos 30 minutos, Kylian Mbappé recebeu na direita, escapou da marcação e foi à linha de fundo para cruzar rasteiro; livre, o brasileiro apenas escorou para mandar às redes.

De Reyna para Haaland: 2 a 1

A dobradinha que deu ao Dortmund seu primeiro gol no jogo acabou por funcionar de novo. Aos 32 minutos, Giovanni Reyna passou na esquerda para Erling Haaland. O norueguês acertou uma paulada pela esquerda da entrada da área, sem chances para o Keylor Navas.