PUBLICIDADE
Topo

Sampaoli cobra premiação por Libertadores e audiência com Santos é adiada

Sampaoli -
Sampaoli

Eder Traskini

Colaboração para o UOL, em Santos

12/02/2020 16h56

O argentino Jorge Sampaoli compareceu hoje (12) com seus advogados na 5ª Vara do Trabalho de Santos para uma audiência com os representantes do Peixe. Em pauta o processo movido pelo ex-treinador contra o Santos. O encontro terminou sem resolução e adiado a pedido dos advogados de Sampaoli para que fosse incluída a cobrança da premiação pela classificação para a Copa Libertadores.

Como o UOL Esporte publicou, o Santos prometeu uma bonificação de R$ 3 milhões ao ex-comandante pela vaga direta na competição continental. O argentino alega que tal montante não foi pago e cobra também outros valores supostamente atrasados.

Além disso, ainda há a polêmica multa rescisória do contrato de Sampaoli. A cláusula tinha validade até o dia 10 de dezembro e as partes discordam de quando ocorreu a saída do argentino. O Peixe alegra que Sampaoli pediu demissão em reunião realizada no dia 9, enquanto o argentino se baseia na formalização de sua saída, feita no dia 11.

Uma nova audiência foi marcada para o final de março e o argentino não gostou muito de precisar retornar ao local para outra reunião.

Santos