PUBLICIDADE
Topo

Comissão por saída de Cleiton do Atlético-MG gera desgaste entre agentes

Cleiton trocou o Red Bull Bragantino pelo Atlético-MG no mercado da bola - Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG
Cleiton trocou o Red Bull Bragantino pelo Atlético-MG no mercado da bola Imagem: Bruno Cantini/Divulgação/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

12/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • O Atlético-MG comunicou a venda de Cleiton ao Red Bull Bragantino. O goleiro foi negociado por 5 milhões de euros (R$ 23,69 milhões)
  • No entanto, uma discussão está em pauta: quem tem direito á comissão de 10% do montante total pelas tratativas?
  • O Grupo DIS, que gerencia a carreira do atleta, cobra o valor - 500 mil euros. Outro agente surge em cena: Renato Moura alega que foi o intermediário
  • Renato é agente de Alerrandro, vendido ao clube paulista. As duas partes confirmam a disputa ao UOL Esporte, mas preferiram não gravar entrevistas
  • A diretoria do Galo endossa a versão de Renato Moura e diz que irá remunerar o agente de forma correta e conforme a contabilidade do clube

O Atlético-MG comunicou a venda de Cleiton ao Red Bull Bragantino nos últimos dias. O goleiro foi negociado por 5 milhões de euros ( cerca de R$ 23,7 milhões) no mercado da bola. No entanto, uma discussão está em pauta: a comissão de 10% do montante total pelas tratativas.

O Grupo DIS, que gerencia a carreira do atleta de 22 anos, se julga no direito de receber o valor — 500 mil euros (R$ 2,37 milhões). No entanto, outro empresário surge no cenário. Renato Moura, que participou recentemente da ida de Alerrandro para o time Bragança Paulista, alega que foi o responsável por conduzir as conversas. A diretoria do Atlético endossa a versão de Renato Moura e diz que há documentos que comprovam a participação do empresário.

O Grupo DIS e Renato Moura confirmam a disputa ao UOL Esporte, mas preferiram não gravar entrevistas. A reportagem apurou que Roberto Moreno, representante do Grupo DIS, descobriu a interferência do agente nas negociações na tarde de ontem (11), quando Cleiton foi à Cidade do Galo para assinar documentos da transação e se despedir para a mudança ao interior de São Paulo. Renato Moura não estava presente no local.

A informação sobre a necessidade do pagamento da comissão a Renato Moura foi comunicada ao Grupo DIS pela diretoria do Galo. A situação deixou Roberto Moreno, representante do grupo, irritado. Ele se vê no direito de embolsar a comissão. Procurado pelo UOL Esporte, o Red Bull Bragantino preferiu não se manifestar sobre a situação.

O Red Bull Bragantino pagou 5 milhões de euros por 70% dos direitos econômicos do atleta. Os agentes do jogador ficarão com 500 mil euros (R$ 2,32 milhões) do negócio. Eles ainda terão 10% de uma futura transferência.

O Galo embolsará 4,5 milhões de euros (R$ 20,9 milhões) do acordo e terá que passar uma pequena fatia do dinheiro ao Marcílio Dias, que também possuía um percentual do atleta. Os mineiros terão 20% de uma futura transferência do atleta.

No Red Bull Bragantino, Cleiton terá contrato de cinco temporadas. O jovem goleiro será um dos melhores salários do elenco comandado por Felipe Conceição. Ele deve chegar ao time de Bragança Paulista na segunda metade de fevereiro.

Atlético-MG