PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Caio Henrique cita títulos e Libertadores em série na escolha pelo Grêmio

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Do UOL, em Porto Alegre

12/02/2020 13h27

Caio Henrique foi, enfim, apresentado oficialmente como reforço do Grêmio. Hoje (12), o jogador emprestado pelo Atlético de Madrid vestiu a camisa 19 depois de uma longa negociação e depois de servir à seleção brasileira sub-23. Meia de origem e contratado para disputar posição com Bruno Cortez, ele disse que escolheu o clube gaúcho pelos títulos recentes e boas campanhas na Libertadores.

Aos 22 anos, Caio Henrique assinou por empréstimo com o Grêmio até dezembro.

Além do Grêmio, o Flamengo sondou a situação de Caio Henrique e houve também contato de equipes da Espanha. O plano do jogador foi ficar no Brasil com chance de atuar regularmente.

"Tinha algumas possibilidades, alguns clubes interessados, mas o que pesou foi o projeto. Vendo o Grêmio disputar títulos, chegar em fases finais da Libertadores e sendo campeão. Ver uma estrutura pronta também pesa. Deixo meu agradecimento pelo esforço feito e estou bem contente de estar vestindo a camisa do Grêmio", disse Caio Henrique.

Para entrar no time titular, o reforço precisa desbancar Bruno Cortez. O atual lateral esquerdo está no Grêmio desde 2017 e chegou a ser dono absoluto da posição pelo vigor físico.

"O Cortez é uma referencia dentro do grupo, vitorioso no clube. Referência a mim na posição. Talvez o Cortez seja um lateral um pouco mais de marcação e eu ofensivo. Mas a temporada é longa, precisa de plantel. Quem o professor escolher vai dar ao máximo para ajudar o Grêmio", comentou Caio Henrique.

Futebol