PUBLICIDADE
Topo

Felipe Melo recebe Viña e diz: "Imaginavam que eu não gostasse de uruguaio"

Felipe Melo e Matías Viña trocaram camisas na apresentação do uruguaio no Palmeiras - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Felipe Melo e Matías Viña trocaram camisas na apresentação do uruguaio no Palmeiras Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

11/02/2020 13h01

Classificação e Jogos

Um ato simbólico marcou a apresentação do uruguaio Matías Viña, primeiro reforço do Palmeiras para a temporada. O capitão Felipe Melo quebrou o protocolo, compareceu à sala de imprensa e trocou camisas com o lateral esquerdo de 22 anos. O camisa 30 recebeu das mãos do companheiro uma camisa da seleção do Uruguai e brincou sobre uma antiga declaração dada na chegada ao clube.

Em sua apresentação no ano de 2017, Felipe Melo declarou que "daria tapa na cara de uruguaio". Sorridente no evento ocorrido na manhã de hoje (11) na Academia de Futebol, o capitão alviverde até arranhou um espanhol para dar as boas-vindas ao primeiro reforço de 2020 e brincou sobre a fala anterior.

"Dar as boas-vindas para você [Matías Viña], muita gente imaginava que eu não gostasse de uruguaio [risos]. Não é verdade. Tem uma camisa para mim do Uruguai? Coisa mais linda do mundo", brincou Felipe Melo, que deu uma camisa 30 do Palmeiras para o lateral.

O próprio Viña amenizou a tensão entre Felipe Melo e o Uruguai, que cresceu depois das declarações de 2017 e a confusão com os jogadores do Peñarol no duelo pela Libertadores daquele ano.

"Estou contente por ele ter me recebido, pois é um grande jogador. Estou muito contente por isso. Teve este problema dentro de campo [com o Peñarol], mas fora de campo nenhum problema. Estou feliz de estar aqui e ser recebido por ele", disse Viña.

O lateral esquerdo, contudo, possui relação de rival com Peñarol. Viña é cria da base do Nacional e se consagrou como o melhor jogador do Campeonato Uruguaio com a camisa do Decano.

Palmeiras