PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio leva susto, mas vira com dois de Everton e vence 1ª em casa no ano

RAUL PEREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO
Imagem: RAUL PEREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

30/01/2020 23h26

O Grêmio venceu a primeira partida como mandante no ano. Hoje (30), o time de Renato saiu perdendo e virou para cima do São José-POA com dois gols de Everton Cebolinha. A vitória por 2 a 1 no complemento da terceira rodada do grupo B do Campeonato Gaúcho poderia ter sido mais elástica depois do susto inicial e reação que parou na trave.

Na primeira rodada do Gauchão, o Grêmio levou 2 a 0 do Caxias dentro da Arena mesmo usando time titular.

Diguinho, ex-Fluminense, abriu o placar nos acréscimos da primeira etapa e Everton Cebolinha empatou e virou no segundo tempo. A atuação gremista teve dois tempos distintos. Da etapa inicial sonolenta ao jogo de pressão total. De cabeça, Cebolinha empatou e depois pegou rebote para virar.

Na próxima rodada o Grêmio recebe o Esportivo e o São José-POA joga contra o Aimoré, no estádio Passo D'Areia. As duas partidas acontecem na segunda-feira (3).

Quem brilhou: Everton

Camisa 11 fez valer o status de principal jogador do time. Mesmo em meio ao pior momento da equipe, foi quem mais tentou em jogadas individuais. No segundo tempo, desequilibrou com oportunismo.

Diguinho bomba no Twitter

Diguinho, aquele mesmo, abriu o placar em Porto Alegre e não foi só isso. O chute rasteiro, precedido por dois dribles curtos, encerrou o jejum particular do volante. Foram 10 anos sem balançar as redes e o jogador virou um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Quem assustou: Kannemann

Aos 25 minutos do primeiro tempo, o zagueiro do Grêmio levou a pior em dividida com Gustavo Xuxa e sentiu o pé esquerdo. Mesmo com forte dor e visivelmente com lesão, Kannemann ficou em campo por mais 12 minutos. Ao ser substituído, chorou e precisou ser carregado para o vestiário. Os médicos esperam exame de imagem para definir o tamanho da lesão.

Grêmio faz primeiro tempo apagado e reage

O Grêmio fez um primeiro tempo sonolento e sem criatividade. O ataque sobreviveu de jogadas individuais, como as arrancadas de Everton e apoios de Victor Ferraz. No meio-campo, Maicon e Lucas Silva sofreram com a pressão do adversário e possível fadiga pelos jogos sem série.

Depois do intervalo, o ritmo foi outro. Patrick deu lugar a Thaciano cedo e o Grêmio começou a pressionar. O empate chegou em boa jogada de Victor Ferraz e a virada nasceu dos pés de Ferreira - última cartada de Renato Gaúcho.

FICHA TÉCNICA?
GRÊMIO 2 X 1 SÃO JOSÉ-POA

Data e hora: 30/01/2020 (quinta-feira), às 21h30 (horário de Brasília)
?Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)?
Público: 10.018 pessoas (8.138 pagantes)?
Renda: R$ 303.788,00?
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima?
Auxiliares: Tiago Diel e Luiza Reis?
Cartões amarelos: Matheusinho (SJO)?
Gols: Diguinho, aos 46 minutos do primeiro tempo (GRE); Everton, aos 18 minutos do segundo tempo e aos 42 minutos do segundo tempo (GRE)?

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Kannemann (Paulo Miranda) e Bruno Cortez; Maicon, Lucas Silva (Ferreira), Alisson, Patrick (Thaciano) e Everton; Luciano?
Técnico: Renato Gaúcho?

SÃO JOSÉ-POA: Fábio; Márcio, Goiano, Marcão e Roger (Marcelo Nunes); Diguinho, Tiago Pedra (Wagner) e Rafael Tavares; Matheusinho (Thayllon), Saldanha e Gustavo Xuxa
?Técnico: Leocir Dall'Astra

Futebol