PUBLICIDADE
Topo

Helinho é desfalque em treino do São Paulo com artilharia de Tiago Volpi

Helinho tem sido usado no time titular por Fernando Diniz, mas sentiu dores musculares e perdeu treino de hoje - Rubens Chiri/saopaulofc.net
Helinho tem sido usado no time titular por Fernando Diniz, mas sentiu dores musculares e perdeu treino de hoje Imagem: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo

16/01/2020 12h10

Classificação e Jogos

O São Paulo voltou hoje (16) a treinar no CT da Barra Funda depois de dez dias de atividades no CFA Laudo Natel, em Cotia. E na atividade o técnico Fernando Diniz não pôde contar com Helinho. O meia-atacante sentiu dores musculares na coxa esquerda, foi preservado do trabalho do dia e amanhã será reavaliado para saber o grau do problema.

Ainda não foi detectada nenhuma lesão. Helinho se queixou de dores e, por precaução, o departamento médico preferiu deixá-lo fazendo tratamento no Reffis. O centro de recuperação, inclusive, foi reaberto hoje após reorganização e troca de alguns aparelhos. Se a dor persistir em Helinho, ele será submetido a exames mais detalhados. Caso contrário, já pode voltar a treinar até o fim de semana.

Diniz desta vez não montou o time titular — ontem, a equipe já passou por teste em jogo-treino contra o Juventus, que terminou com derrota. Foram feitos exercícios focados na recuperação rápida da bola e, consequentemente, de saída de bola sob pressão. Em um deles, o técnico dividiu o elenco em quatro times de sete atletas para jogos intensos em campo reduzido.

Foi nessa atividade que Tiago Volpi brilhou. E não só como goleiro. Sempre um dos arqueiros precisava jogar na linha, até pela ausência de Helinho, e Volpi mostrou certa intimidade longe da meta. Primeiro, como zagueiro, percebeu que chute de Vitor Bueno venceria o goleiro Júnior, se atirou em carrinho e salvou o gol em cima da linha.

Na frente, conseguiu marcar quatro gols, sendo dois de cabeça e um deles com muito estilo, provocando aplausos dos companheiros e elogios da comissão técnica. Quem também foi reconhecido por um gol bonito foi Daniel Alves, que aproveitou cruzamento de Bueno e bateu de calcanhar, à moda Zlatan Ibrahimovic.

O elenco do São Paulo foi a campo hoje com 27 atletas. Além de Helinho, no Reffis também estiveram Gabriel Sara, que se recupera de operação para corrigir fratura no quinto metatarso do pé esquerdo, e Joao Rojas, que fez duas cirurgias seguidas no joelho esquerdo. O zagueiro Walce, outro que lesionou o joelho esquerdo, tinha procedimento cirúrgico previsto para hoje.

São Paulo