PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Tréllez não aceita ir para o Cruzeiro e trava duplo empréstimo do São Paulo

Emprestado ao Inter em 2019, Tréllez não deseja se transferir para o Cruzeiro, e pode travar ida de Everton Felipe - Gabriel Machado/AGIF
Emprestado ao Inter em 2019, Tréllez não deseja se transferir para o Cruzeiro, e pode travar ida de Everton Felipe Imagem: Gabriel Machado/AGIF

Bruno Grossi e Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

15/01/2020 18h24

A negociação do Cruzeiro com o São Paulo pelo meia-atacante Everton Felipe corre o risco de não acontecer. Isso porque o acordo do clube mineiro com o Tricolor previa a contratação de dois jogadores por empréstimo. Além de Everton, o outro atleta pretendido era Santiago Tréllez, que não se interessa pela transferência.

Embora Everton Felipe já tenha até dado entrevistas projetando sua temporada no Cruzeiro, o clube mineiro buscava efetivar uma negociação casada, arcando com a maior parte dos salários, mas contando com a dupla em seu plantel. Buscando enxugar seus gastos, o São Paulo deu o sinal positivo para liberar também o atacante Tréllez. Mas, apesar da incerteza de ser utilizado com Fernando Diniz, o colombiano não se mostrou favorável à transferência para Minas Gerais.

<iframe src="https://e.infogram.com/ec648d7c-9de5-4919-949f-c37352ddc9f5?src=embed" title="mercado-bola-cru" width="550" height="320" scrolling="no" frameborder="0" style="border:none;" allowfullscreen="allowfullscreen">

Everton teria a maior parte do seu salário pago pela Raposa desde que Tréllez também estivesse incluído no "pacote". Como Everton já mostrou interesse em defender o Cruzeiro, a diretoria celeste tentará se acertar com o São Paulo sobre a possibilidade de mudar os valores pagos por cada parte na remuneração mensal do meia como forma de recompensar a ausência do colombiano no negócio.

Tréllez estava emprestado ao Internacional durante o ano passado, mas retornou ao São Paulo fora dos planos da comissão técnica. Situação parecida viveu Everton Felipe, que atuou somente no primeiro semestre antes de ser emprestado ao Athletico Paranaense, onde também não ganhou muitas oportunidades.

Futebol