PUBLICIDADE
Topo

Vasco anuncia patrocínio da Havan e deseja "parceria longeva"

Alexandre Campello, presidente do Vasco, e Luciano Hang, dono da Havan, em reunião na sede da empresa - Divulgação / Twitter de Luciano Hang
Alexandre Campello, presidente do Vasco, e Luciano Hang, dono da Havan, em reunião na sede da empresa Imagem: Divulgação / Twitter de Luciano Hang

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/01/2020 15h20

16 dias depois do dono da Havan, Luciano Hang, fazer anúncio da parceria, o Vasco emitiu uma nota oficializando o patrocínio da rede de departamentos num contrato de um ano. O novo parceiro estampará sua marca nas mangas da camisa por um valor que gira em torno de R$ 2,5 milhões.

Diretor de marketing cruzmaltino, Carlos Costa enalteceu a parceria e desejou que ela seja "longeva".

"A Havan chega ao Clube em um momento importante para ela e para nós, consolidando a importância e a atratividade do Vasco no mercado. Bom saber que a Havan nos considera o parceiro ideal para ajudar a atingir seus objetivos. Desejamos que seja uma parceria longeva", disse ao site oficial vascaíno.

O patrocínio da Havan foi motivado nas redes sociais após Luciano Hang questionar qual clube deveria ser patrocinado pela empresa. Os vascaínos fizeram milhares de postagens, algo que o sensibilizou.

Porém, torcedores cruzmaltinos que possuem um viés político de esquerda, criticaram bastante a parceria em função de Hang ser um apoiador confesso e amigo do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Um muro da sede do Vasco na Lagoa (RJ), por exemplo, chegou a amanhecer pichado com críticas à Havan e a Luciano Hang.

O patrocínio da empresa ao Cruzmaltino poderá se estender caso o clube coloque de pé seu centro de treinamento e reforme o estádio de São Januário.

Vasco