PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Abel revela dificuldades na busca por reforços no Vasco: 'Liguei para três'

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

09/01/2020 12h18

Em sua primeira coletiva já exercendo o papel de treinador do Vasco, Abel Braga foi sincero em relação à atuação do clube no mercado da bola. O técnico revelou ter ligado pessoalmente para três jogadores, mas não conseguiu avançar com nenhum.

"Temos encontrado dificuldades, mas não vamos fazer loucuras. Isso me chateou (a dificuldade). Uns ficaram preocupados com os problemas, que são sérios, mas são exagerados. Liguei para três. Um eu cheguei atrasado, já tinha se acertado com outro clube. Não disse que tinha dado a palavra, mas acertou com outro dois dias depois. O outro a esposa não queria vir para o Rio. É até engraçado não querer vir para cá. Aqui tem os mesmos problemas que os outros lugares, mas lá não tem as belezas daqui", disse.

Questionado se o jogador que não queria vir para o Rio de Janeiro era o lateral esquerdo Uendel, do Internacional, ele negou, mas admitiu que ele era um dos três que fez contato:

"O Uendel foi o primeiro a ser tentado. Não teve nada de não vir para o Rio. Ele não quis vir para o Vasco".

Sobre o interesse do Vasco no zagueiro Dedé, que foi seu atleta no Cruzeiro, Abel fez elogios:

"Qual clube não quer o Dedé? É um jogador que não vai jogar quarta e domingo, mas ele dentro da área se transforma em três ou quatro. É impressionante".

Abel comentou também sobre as negociações de renovação com o meia colombiano Fredy Guarín:

"Guarín é renovação com o clube. O clube tem diretrizes, padrão. Terminou o ano bem, a direção está vendo isso".

Vasco