PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Rei dos memes, Canuto relembra entrevistado "sincerão": "Eu sou ladrão"

Marcio Canuto, jornalista aposentado, em entrevista ao UOL Esporte - Diego Padgurschi
Marcio Canuto, jornalista aposentado, em entrevista ao UOL Esporte Imagem: Diego Padgurschi

Gabriel Carneiro e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

06/01/2020 11h00

Casos inusitados ao vivo marcaram a trajetória de Marcio Canuto na TV. Repórter da Globo por 21 anos e aposentado desde julho, ele concedeu longa entrevista ao UOL Esporte e se divertiu contando uma situação ocorrida em 2005.

"Tenho esse lado de ser amigo das pessoas. Um dia estava fazendo uma matéria na rua e ouvindo o povo. Eis que me aparece um cidadão humilde, mas esperto, que me dá a definição perfeita para o assunto. Sabe quando é exatamente o que você queria ouvir? Era a minha salvação, porque a gravação era 10h30 e ia ao ar 12h", começa o repórter, que chegou à TV Globo de São Paulo em 1998.

"Aí eu pergunto: 'Amigo, qual seu nome?'. Ele olhava para um lado, olhava para o outro. Eu desesperado: 'Amigo, me dá um nome pra botar ali embaixo, fulano de tal'. Ele falou: 'José Francisco'. 'E sua profissão?'. Ele desconcertado. 'Gerente, estocador, cobrador, motorista, o que você é?'. Ele negava tudo até que chegou assim junto de mim, no meu ouvido: 'Canuto, eu posso confiar em você?'. 'Eu sou ladrão' (risos). Olha que sincero. Foi sensacional."

Esta entrevista não foi ao ar. Mas quatro outros momentos ganharam grande repercussão. Relembre:

Tapa na cara - Canuto entrou ao vivo para numa aglomeração de fãs na porta do hotel da Madonna. Encontrou um casal do Ceará e descobriu que o homem tinha viajado à revelia do patrão. "Emprego ou show da Madonna?". "Show da Madonna". "E o emprego?". "O emprego que se foda". A frase foi sucedida por um tapa na cara. "Que é isso, rapaz? Tenha calma". Canuto diz que foi reflexo e temeu demissão.

Fratura ao vivo - Canuto comentou o desfile das campeãs do Carnaval de 2015 no estúdio do G1, ao vivo. A Rosas de Ouro estava na avenida e o repórter quis presentear Veruska Donato com um ramalhete de flores. Ele foi buscar e na volta tropeçou no tapete, rodopiou e caiu no chão sem apoio. Eram 2h. Ele seguiu no ar até 7h, quando foi de ambulância para o hospital e soube que rompeu todos os tendões do ombro.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Quê que achou? - Durante uma reportagem no museu de zoologia da USP, Canuto estava ao vivo e se dirigiu a um grupo de crianças de até 5 anos. O repórter perguntou a uma delas: "E você, pequenininho, quando viu esse dinossauro tão grande, quê que achou?". Só que Mateus, 3, não entendeu: "Cachorro? Que cachorro o quê! Eu não sou cachorro, não". Mesmo em tempos de internet incipiente, viralizou.

Dia de banho - A pauta do dia no SP1 era a reinauguração de piscinas públicas na capital. Canuto foi ao Parque Ceret, na Zona Leste, e simplesmente entrou numa piscina de camisa pólo e shorts. Ao vivo, entrevistou o pessoal que estava curtindo a folga, empurrou gente na água (inclusive um salva-vidas) e depois estimulou que jogassem água nele, o que obviamente molhou seu microfone.

Reprodução/TV Globo
Imagem: Reprodução/TV Globo

Futebol