PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Zago diz que viagem ao Japão impediu Palmeiras de vencer Libertadores em 94

Ricardo Perrone e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

16/12/2019 12h00

Resumo da notícia

  • Íntegra da entrevista de Antônio Carlos Zago conta com a história do time que foi eliminado pelo São Paulo
  • Entre o primeiro e o segundo duelo contra o São Paulo pelas oitavas de final, o calendário brasileiro parou
  • No período, o Palmeiras fez excursão para o Japão e ficou 15 dias na Ásia. Ao voltar, não teve tempo de se readaptar ao fuso
  • "Nós chegamos de uma viagem de 25 horas. Até você entrar no clima de novo... Quando nós entramos em campo, a equipe andou. Todo mundo disperso"

Integrante do time do Palmeiras bicampeão brasileiro em 1993 e 1994, Antônio Carlos Zago avalia que aquele elenco só não ganhou uma Libertadores, a edição de 1994, por conta de um erro de planejamento da diretoria. Em entrevista ao UOL Esporte, ele criticou uma excursão ao Japão para disputar amistosos antes do confronto decisivo com o São Paulo pelas oitavas de final do torneio continental.

"O Palmeiras não ganhou uma Libertadores [naquela ocasião] porque inventaram uma viagem pro Japão. Não sei se vocês lembram, contra o São Paulo nós jogamos o primeiro jogo antes da Copa do Mundo [nos Estados Unidos], 0 a 0, no Pacaembu, que foi o melhor jogo da vida do Zetti, ele pegou até pensamento naquele jogo. Depois, tinha a parada da Copa e nós iríamos jogar o segundo jogo só depois da Copa do Mundo. Nós fizemos uma viagem para o Japão, foram 10 a 15 dias, praticamente. Nós fizemos quatro amistosos, no Japão", conta o atual treinador do Red Bull Bragantino.

A declaração está na íntegra da conversa de Antônio Carlos Zago com os repórteres Vanderlei Lima, do UOL, e Ricardo Perrone, do Blog do Perrone. Você pode ouvir tudo no podcast UOL Entrevista.

Ex-zagueiro daquela vitoriosa equipe, ele considera o desgaste físico do alviverde provocado pela viagem como fundamental para a vitória do São Paulo por 2 a 1 na segunda partida do duelo paulistano. Os tricolores acabaram chegando à decisão, mas perderam o título para o Vélez Sarsfield, da Argentina.

"Voltamos [do Japão] na quarta-feira antes do jogo contra o São Paulo. Chegamos na quarta-feira e viemos pra Atibaia. Nós ficamos quarta, quinta, sexta e sábado a gente voltou pra São Paulo. Não tem como um fuso horário de 12 horas você digerir em cinco dias. O que todos falam mesmo é que a cada dia você consegue diminuir uma hora do fuso horário. No Japão, tinha 12", relembrou.

"Nós chegamos de uma viagem de 25 horas. Até você entrar no clima de novo. Eu acredito que aquilo lá foi muito mal pensado. Eu acredito que aquilo, praticamente, que atrapalhou o nosso caminho pra poder conquistar uma Libertadores aquele ano, até porque tínhamos uma equipe melhor do que o São Paulo, só que quando nós entramos em campo, no domingo, praticamente, a equipe andou. Isso aí eu lembro como se fosse hoje. Todo mundo disperso. Foi um planejamento mal feito que fez com que a gente não ganhasse a Libertadores", opinou Zago. Ainda segundo o ex-jogador, ninguém do elenco questionou a programação antes do embarque para o Japão.

Uma olhada nos jornais da época mostra que Zago acreditava que, apesar de ser uma partida de oitavas de final, aquele confronto com o São Paulo poderia deixar o Palmeiras perto do título. "O vencedor desse jogo terá grande chance de se sagrar campeão e disputar o Mundial Interclubes contra o Milan", disse ele na ocasião à "Folha de S.Paulo".

À época, na mesma entrevista, ele também contou que considerava o jogo decisivo mais importante para o Palmeiras do que para o São Paulo. "Eles já são bicampeões mundiais, enquanto nós ainda estamos correndo atrás desse título".

Conteúdo disponível em podcast

A entrevista de Antonio Carlos Zago integra a série de podcasts UOL Entrevista, lançado em julho

O podcast UOL Entrevista pode ser acessado nas páginas oficiais do UOL, YouTube do UOL, além de aplicativos como o Spotify e Apple Podcast. Além desse conteúdo, você pode ouvir outros podcasts do UOL, como o Baixo Clero e o Ficha Criminal.

Podcasts são programas que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar —no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Para ouvir podcasts, você pode baixar aplicativos como o Spotify e o Apple Podcasts. Depois, basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado.

Futebol