Topo

Atlético-MG usará parcela da venda de Alerrandro para colocar contas em dia

Atacante Alerrandro marca gol para o Atlético-MG - Bruno Cantini/Atlético-MG
Atacante Alerrandro marca gol para o Atlético-MG Imagem: Bruno Cantini/Atlético-MG

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

01/12/2019 04h00

Precisando dar respiro aos cofres, o Atlético-MG usará o dinheiro da negociação de Alerrandro para colocar as contas em dia. O clube já receberá 50% do total da venda do jogador ao Red Bull Bragantino nos próximos dias. A outra metade será paga em 2020.

A negociação, avaliada em 3 milhões de euros (cerca de R$ 14 milhões na cotação atual), foi feita em duas parcelas idênticas de 1,5 milhão de euros (R$ 7 milhões).

Na próxima semana, a diretoria do Red Bull Bragantino fará o pagamento da primeira parcela. A diretoria mineira não se manifesta sobre valores e tampouco a respeito do que fará com o dinheiro recebido. Porém, a intenção é ajustar a casa e colocar as contas em dias na Cidade do Galo.

Hoje, os jogadores convivem com salários atrasados e também há direitos de imagem em aberto com parte do elenco. O valor arrecadado na negociação de Alerrandro é o suficiente para quitar mais de 80% da folha, atualmente avaliada em R$ 8,5 milhões.

A intenção é saldar toda a dívida com o grupo de jogadores ao fim do Campeonato Brasileiro. O clube conta também com a premiação do torneio e as cotas de televisão, previstas para o fim da temporada, para se acertar com o plantel.

Atlético-MG