PUBLICIDADE
Topo

Flamengo

Torcida fura segurança e promove "Aero Fla" antes de final da Libertadores

Alexandre Araújo

Do UOL, no Rio de Janeiro

20/11/2019 12h30

A torcida do Flamengo promoveu um "Aero Fla" no terminal de cargas do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, antes do embarque do Rubro-negro para Lima (POR), onde neste sábado (23) enfrentará o River Plate (ARG) na final da Copa Libertadores.

A nota oficial do clube informando que os órgãos de segurança não permitiram o contato direto do público com o ônibus da delegação não foram suficientes para conter a verdadeira multidão de torcedores que tomou conta do local de acesso restrito do aeroporto.

Munidos de bandeiras e fogos de artifício, milhares de rubro-negros tomaram o viaduto e, em seguida, atravessaram a pista, estando isolados apelas pela grade do terminal de cargas.

Em certo momento, houve um empurra-empurra e correria, mas rapidamente controlado.

Torcida a caminho de Lima

Muitos rubro-negros que passaram pelo Galeão hoje não apenas foram dar apoio ao time, mas também embarcaram para Lima para acompanhar a final.

Durante toda a manhã e começo de tarde foram inúmeros os torcedores que chegaram com a camisa do Flamengo e mala na mão.

Camisa por toda parte

Camisa do Flamengo foi um item facilmente encontrado no Galeão. Até mesmo alguns profissionais que trabalharam com transporte como táxi e carro por aplicativo estavam trajando rubro-negro.

Um táxi, inclusive, passou alguma vezes em frente ao terminar de embarque com o hino do Flamengo nas alturas.

Festa também no Ninho

Uma multidão também tomou conta da porta do Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube, para demonstrar apoio ao time na saída da delegação para o aeroporto.

O ônibus abriu caminho contando com o auxílio de batedores da Polícia Militar e seguranças rubro-negros.

Tatuagem e confiança

Marcelo Braz, de 26 anos, esteve no "Aero Fla" para o último apoio ao elenco rubro-negro. E ele está confiante no título. Não à toa já fez uma tatuagem na perna esquerda com "Flamengo campeão da Libertadores 2019".

"Ganhamos do Grêmio na quarta-feira e na sexta-feira eu fiz a tatuagem. Estou confiante. Acho que vai ser 3 a 1, com dois de Bruno Henrique e um de Gabigol", disse.

Torcedor do Flamengo tatuou "bi" da Libertadores na perna - Alexandre Araújo/UOL Esporte - Alexandre Araújo/UOL Esporte
Imagem: Alexandre Araújo/UOL Esporte

Torcida e dinheiro no bolso

Muitos ambulantes vendiam bandeira, camisa, copo, e faixa de campeão, tanto do Brasileiro quanto da Libertadores durante a festa realizada em frente ao terminal de carga.

Xingamentos a rivais

Em certo momento, a parte da frente do terminal de cargas do Galeão se transformou em uma arquibancada, com músicas de torcida sendo cantadas.

Entre enaltecimentos ao Flamengo, xingamentos aos clubes rivais. Eurico Miranda, ex-presidente do Vasco que morreu esse ano, também foi lembrado e hostilizado.

Roda de samba

Paulinho do Cavaco e Paulo Pety, membros da "Fla Paródia" deram o tom fizeram um som com a torcida do Flamengo.

Nas rimas do samba não faltaram provocações a Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, adversário do Flamengo na semifinal da Libertadores.

Árvore usada de camarote

Torcedores do Flamengo ocupam árvore próxima ao terminal de cargas do aeroporto Galeão - Alexandre Araújo / UOL Esporte - Alexandre Araújo / UOL Esporte
Imagem: Alexandre Araújo / UOL Esporte

Diante do grande número de torcedores, alguns rubro-negros acompanharam a festa em uma árvore. Dali, cantaram e tiveram uma visão privilegiada de toda a movimentação.

Flamengo