Topo

Futebol


Com belo gol de Everaldo, Chape vence Ceará em duelo contra degola

do UOL, em São Paulo

17/11/2019 19h54

Um belo gol do centroavante Everaldo, no segundo tempo, valeu para a Chapecoense a vitória por 1 a 0 sobre o Ceará neste domingo (17), na Arena Condá, em Chapecó. Foi o 12° gol do atacante da Chape, igualando Sacha, do Santos, na tabela de artilheiros. Os dois dividem o quarto lugar na lista de maiores marcadores do torneio, atrás de Gabigol (22 gols) e Bruno Henrique (18), do Flamengo, e Wellington Paulista (13), do Fortaleza.

Com o resultado, a Chapecoense permanece na 19ª posição da tabela de classificação, com 25 pontos, e diminui a distância, provisoriamente, para o último time fora da zona de rebaixamento — o Fluminense, que empatou ontem com o Atlético-MG, é o 16º com 35 pontos. Já o Ceará fica em 15°, com 36 pontos e tentando se distanciar do Z-4.

Na próxima semana, a equipe de Chapecó enfrenta o Avaí, na Ressacada, no domingo (24). O Ceará recebe o São Paulo na Arena Castelão no mesmo dia.

Quem foi bem: Everaldo

O atacante não cansou de tentar, insistiu nas bolas ao gol desde o início do jogo. Além de participar criando jogadas para a equipe de Chapecó, conquistou o gol que a equipe tanto buscou aos 37 do segundo tempo. Pela esquerda, ele dominou no bico da área, balançou para cima da marcação e, limpando para a perna direita, acertou o cantinho de Diogo Silva.

Quem foi mal: Henrique Almeida

O atacante, que já foi eleito o melhor jogador do sub-20 com a Seleção Brasileira em 2011, foi mal no jogo ao perder um gol claro. Henrique estava na cara do gol, tinha todo o ângulo esquerdo à disposição para chutar, mas mandou a bola bem em cima de Diogo Silva.

Chapecoense foi pressionada e reagiu

O time catarinense ficou pouco com a bola no primeiro tempo e investiu em tentar contra-ataques. Após o gol perdido por Henrique, o time mudou a postura e investiu em jogadas ofensivas pela lateral, mas a bola não entrou. Na segunda etapa, a reação foi a mesma. A equipe começou tomando pressão do Ceará, mas, sempre pela lateral, conseguiu reagir. Depois de várias tentativas, Everaldo marcou.

Ceará atacou bem, mas faltou marcar

Bergson retornou após suspensão na última rodada e foi essencial para o Ceará. Ricardinho e Felipe criaram boas jogadas pela lateral e Galhardo foi muito presente nas finalizações. O goleiro Diogo Silva também se destacou pelas defesas. No primeiro tempo o time pressionou e fez 9 finalizações sem sucesso. Na segunda etapa continuou com boa formação perto da área, só faltou conseguir marcar.

Cronologia do jogo

Thiago Galhardo e Amaral tiveram chances logo no início do primeiro tempo, mas a bola não entrou. A Chape começou a chegar no campo de ataque com Renato, e depois com Camilo assustando o goleiro Diogo Silva que conseguiu agarrar a bola.

O vozão continuou pressionando e trocando passes na intermediária. Luiz Otávio fez passe para Galhardo que tentou mandar direto para o gol, mas a bola desviou em Amaral. Thiago errou outra de cabeça e mandou para fora.

Mais chances vieram para o Ceará com Felipe Silva, Bergson e Fabinho, mas o goleiro João Ricardo bloqueou.

Para a Chapecoense algumas chances apareceram, sem sucesso. Amaral tentou de cabeça, Diogo Silva mandou uma bicicleta para fora no rebote e Henrique Almeida errou feio na cara do gol.

O Verdão do oeste se animou com a chance de gol e começou a atacar mais. Amaral e Everaldo subiram para desviar uma bola de escanteio para o gol, a bola passou raspando a trave. Everaldo finalizou de novo e o goleiro do Ceará segurou. Ele ainda teve mais uma chance, estava sozinho na área, mas Luiz Otávio chegou em um carrinho preciso tirando a bola dos pés do atacante.

Mais do mesmo, com uma surpresa no final

Sem alterações para o segundo tempo, a primeira chance veio para o Ceará com uma boa entrada de Chico para Galhardo, mas a defesa do Verdão bloqueou. Aos 9 da segunda etapa Chico chegou no rebote e marcou para o Vozão. A comemoração foi rápida, o VAR anulou o gol por impedimento.

Bergson teve outra chance ao receber a o escanteio e cabecear para o chão, o goleiro João Ricardo defendeu.

A equipe de Santa Catarina chegou na área adversária com Everaldo e Henrique Almeida sem sucesso. Houveram mais chances para o Verdão com Henrique novamente e Bruno Pacheco. O gol da vitória veio com um belo chute de Everaldo aos 37 do segundo tempo, salvando a Chape.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE x CEARÁ
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 17 de novembro de 2019 (domingo)
Horário: 18h00 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: : Bruno Pacheco (Chapecoense), Eduardo Brock (Ceará)
GOLS: Everaldo aos 37 do segundo tempo.
Escalações:
Chapecoense: João Ricardo, Renato (Eduardo), Douglas, Amaral, B. Pacheco, Camilo (Gustavo Campanharo), Márcio A., Vinicius Locatelli (Arthur Gomes), Roberto, Everaldo, H. Almeida. Técnico: Marquinhos Santos.

Ceará: Diogo Silva, Luiz Otávio (Eduardo Brock), T. Alves, S. Xavier, João Lucas, Fabinho, Ricardinho, Felipe S. Chico (Felippe Cardoso), T. Galhardo (Lima), Bergson. Técnico: Adilson Batista.

Futebol