Topo

Após derrota para o Inter, Fluminense reclama do VAR: 'Vergonhoso'

Técnico Marcão, do Fluminense, deu atenção à Muriel no lance do gol de Pottker e confusão com VAR - Lucas Merçon/Fluminense
Técnico Marcão, do Fluminense, deu atenção à Muriel no lance do gol de Pottker e confusão com VAR Imagem: Lucas Merçon/Fluminense

Do UOL, em São Paulo

10/11/2019 19h54Atualizada em 10/11/2019 20h01

O Fluminense foi derrotado por 2 a 1 pelo Internacional no Beira-Rio, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, e agora depende de uma vitória do Avaí amanhã para se manter fora da zona de rebaixamento. Os jogadores do Flu disseram não achar justo o resultado e classificaram a atuação da arbitragem de vídeo como "vergonhosa".

O segundo gol do Inter, marcado por William Pottker, causou polêmica. A bola desviou no braço de Cuesta antes de chegar ao atacante e o juiz chegou a anular o lance pelo toque de mão. Depois de chamar o VAR, rever a imagem e concluir que tocou em Digão, do Fluminense, acabou validando o gol.

"Os jogadores param, a reação do Muriel é diferente. Pelo que acompanhamos, a bola pegou no braço e a equipe do Inter levou vantagem. Deveria ser marcada a infração", declarou o técnico Marcão. Segundo ele, o Tricolor carioca vem sendo bastante prejudicado pelo árbitro de vídeo.

O atacante Marcos Paulo também criticou o VAR quando questionado sobre o gol não ter sido anulado: "É vergonhoso. O resultado não foi justo. Essa atuação está prejudicando o Fluminense e jogando a gente na zona de rebaixamento", disse.

O gol validado ainda foi o motivo do desequilíbrio do Fluminense no jogo, que começou bem a partida. "Começamos a tomar conta do jogo, até o momento do gol do Internacional. Nossa equipe se desequilibrou, segundo gol atrapalhou. Acho que foi irregular, nos prejudicou", opinou o técnico.

Apesar de voltar com força para o segundo tempo e marcar um gol, o time carioca não conseguiu um empate e permaneceu com 34 pontos, a uma posição fora da degola.

Fluminense